Mover

JPMorgan vê Seara impulsionando resultado da JBS (JBSS3) e eleva preço-alvo

Postado por: TC Mover em 03/02/2021 às 10:53

São Paulo, 3 de fevereiro – Os negócios de carne bovina e de alimentos processados pela Seara no Brasil devem impulsionar receita e lucro da JBS, código JBSS3, no quarto trimestre, disseram analistas do JPMorgan. O banco revisou para cima as estimativas operacionais da segunda maior processadora de alimentos do mundo e elevou o preço-alvo da ação.

Apesar de esperar resultados da JBS um tanto mistos no trimestre, JPMorgan espera receita líquida de R$69,9 bilhões e a medida operacional do lucro antes de juros, imposto, depreciação e amortização, EBITDA na sigla em inglês, de R$6,41 bilhões, altas de 22% e 13% na base anual.

No entanto, o EBITDA da JBS deve cair para 9,2% da receita, margem EBITDA abaixo dos 11,4% reportados no terceiro trimestre e quase 0,7 ponto percentual menor na base anual.

Após fazer ajustes no modelo de estimativas da JBS, a equipe de analistas do JPMorgan elevou ligeiramente as projeções para os anos de 2020 e de 2021 e o preço-alvo da ação ordinária da empresa de R$32,00 para R$33,00. Eles mantiveram a recomendação overweight, equivalente a compra.

 

Desempenho das ações da JBS (JBSS3)

ação da JBS - JBSS3

Perto das 10h40, o papel ordinário da JBS, código JBSS3, operava em alta de 1,92%, cotado a R$24,99. O frigorífico acumulava ganhos de 30,77% nos últimos três meses, mas prejuízo de 7,30% nos últimos 12 meses. No mesmo horário, o Ibovespa subia 1,05%, aos 119,4 mil pontos.

 

Para acompanhar o desempenho das ações do JBS e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

 

 

Texto:  Guillermo Parra-Bernal
Edição: Gustavo Boldrini e Letícia Matsuura
Arte: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais