Mover

Logística será foco da Magazine Luiza (MGLU3) em 2021, diz Trajano

Postado por: TC Mover em 09/03/2021 às 17:26
Magazine Luiza

São Paulo, 9 de março – A Magazine Luiza focará os investimentos na área de logística ao longo de 2021. A informação foi dada pelo diretor-presidente da companhia, Frederico Trajano, durante a teleconferência de resultados da empresa com outros executivos.


EBITDA da empresa cresceu 1,10%

A varejista apresentou lucro líquido de R$219,5 milhões no quarto trimestre de 2020, batendo o consenso TC, de R$191 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, o EBITDA, cresceu 1,10% para R$504,7 milhões.

O sacrifício de parte das margens de lucro para ganhar mais participação de mercado, conhecido como “trade-off da margem”, não vem trazendo prejuízos para os resultados da companhia, afirmou Trajano na teleconferência.

Magazine Luiza busca melhorar experiência do cliente, diz Trajano

Segundo o presidente, a Magazine Luiza continuará investindo significativamente em logística em 2021. O objetivo é continuar melhorando a experiência do cliente e integrar físico e digital com mais eficácia.

Trajano afirmou que a varejista vai trabalhar para aproveitar sinergias e integrar lojas físicas ao canal de marketplace, conhecido como “3P”, a fim de dar mais sustentabilidade ao modelo de negócio.

Companhia espera aprovação do Cade e do Banco Central para ampliar serviços financeiros

O presidente da companhia avaliou que os setores de comida e moda representam um bom potencial de crescimento para a Magazine Luiza em 2021. Além disso, a empresa espera a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, Cade, e do Banco Central para continuar ampliando seu ecossistema de serviços financeiros, segundo Trajano.

Trajano também disse que o Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, deve ficar disponível nas plataformas da Magazine Luiza já a partir de março.

Restrições devem afetar operação física da varejista, dizem analistas

Analistas do Bradesco BBI, BTG Pactual, XP Investimentos, Credit Suisse e Safra apontaram nesta terça em relatórios que a operação física da varejista deve ser afetada pela decisão de prefeitos e governadores de estender bloqueios e fechamentos do comércio nas maiores cidades do Brasil.

A Magazine Luiza divulgou prévia de crescimento para o primeiro trimestre, com o e-commerce crescendo três dígitos entre janeiro e fevereiro. Entretanto, a prévia teve uma sinalização mais cautelosa para o varejo físico, devido ao aumento de restrições com a pandemia.

Desempenho das ações da Magazine Luiza (MGLU3)

magazine luiza

Perto das 17h25, o papel da Magazine Luiza (MGLU3) subia 2,21%, cotado a R$23,61. No mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 0,77%, aos 111,4 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da Magazine Luiza e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Maria Luiza Dourado e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Tesla (TSLA) dispara mais de 18% após novos preços-alvo e Wood

Especial: Rotação de carteiras ganha tração e se torna o “nome do jogo” nos EUA

Vieira: Centro-direita pode crescer com aliança entre Bolsonaro e Centrão

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais