TC Mover
Mover

Magazine Luiza frustra consenso, refletindo peso do online

Postado por: TC Mover em 14/05/2021 às 10:48

São Paulo, 14 de maio – A Magazine Luiza frustrou o consenso de lucro no primeiro trimestre, após o peso de margens menores pela expansão do segmento online compensar a maior diluição de despesas e a crescente participação de mercado da maior varejista eletrônica do país.


Apesar de frustrar consenso, lucro líquido subiu 740%

O lucro líquido aumentou 740% a R$258 milhões. Enquanto isso, o lucro líquido ajustado, que exclui itens não recorrentes, atingiu R$81 milhões, abaixo do consenso TC de R$88 milhões. Por trás da alta nos ganhos está o crescimento nas vendas online e a capacidade de contenção de despesas fixas e administrativas, mesmo com o fechamento parcial de lojas gerado pelas restrições de mobilidade durante a segunda onda da Covid-19.

Em comunicado, a varejista disse que as vendas totais atingiram R$12,5 bilhões. O e-commerce representou 70% do total e registrou um crescimento de vendas de 114%. A melhora no desempenho do aplicativo Magalu, a entrega mais rápida e a adição de novas categorias foram responsáveis pela alta. Já a maior fatia do e-commerce, que trabalha com mais promoções e preços mais baixos do que os praticados nas lojas físicas, fez a margem bruta cair 2 pontos percentuais, a 25,1%, na comparação anual.


Magazine Luiza deve consolidar os ganhos de participação de mercado

O desempenho favorável da varejista no trimestre sugere que o trabalho a ser desenvolvido pelo diretor-presidente Frederico Trajano e sua equipe é o de consolidar os ganhos de participação de mercado, a multicanalidade do modelo de negócio e fazer entregas cada vez mais rápidas sem sacrificar a rentabilidade. A estrutura que permitiu a Magazine Luiza se tornar a maior plataforma de compras do país “será replicada, progressivamente, para a operação dos nossos sellers do marketplace”, disse a empresa no comunicado.

Para esse propósito, a Magalu deve acelerar a transformação das suas lojas físicas em pontos de coleta, entrega e expedição de mercadorias neste trimestre e ao longo do segundo semestre. Esse tema, além dos esforços para recuperar a margem bruta e estender os negócios da Magalu para os segmentos de VIP Commerce, despacho de alimentos, moda, beleza e esportes, devem ser discutidos por Trajano e outros executivos da empresa em teleconferência às 11h00.


Market place e e-commerce ajudaram na expansão de mercado

O e-commerce com estoque próprio, conhecido como 1P, e o marketplace, conhecido como 3P ajudaram a Magazine Luiza a expandir sua participação de mercado em 4,7 pontos na base anual, segundo a GFK. No Brasil, o e-commerce cresceu 38,2% no mesmo período, segundo o Ebit. Isto seria reflexo do ritmo mais acelerado de aumento de fatia da Magalu que o mercado. A empresa também atribuiu o forte ganho de participação ao desempenho do app, que atingiu 31 milhões de usuários ativos mensais no trimestre.

O lucro antes dos juros, impostos, amortização e depreciação, EBITDA na sigla em inglês, ajustado atingiu R$427,2 milhões. O resultado veio em linha com o consenso de R$427 milhões. Este dado foi influenciado por um crescimento expressivo das receitas operacionais. A apropriação de receitas diferidas de R$13,8 milhões e os R$23 milhões de equivalência patrimonial composto pelo desempenho da Luizacred, foram responsáveis pela alta no indicador.


Desempenho das ações da Magazine Luiza (MGLU3)

Perto das 10h45, o papel ordinário da Magazine Luiza (MGLU3) subia 0,84%, cotado a R$19,29. Contudo, no ano, a ação acumula perda de 22,69%. No mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 0,93%, aos 121,8 mil pontos.

ação da Magazine Luiza - Magalu - MGLU3

Para acompanhar o desempenho das ações da varejista e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Karine Sena e Bruna Bins
Edição: Guillermo Parra-Bernal e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

STF decide pela exclusão do ICMS do PIS/Cofins

Mercados sobem de olho em varejo, indústria e Federal Reserve; balanços, STF no radar: Espresso

Calendário Econômico: Balanços, varejo, indústria

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais