TC Mover
Mover

Maior IPO do ano no Brasil, Grupo Mateus (GMAT3) busca concorrer com supermercadistas

Postado por: TC Mover em 09/10/2020 às 10:02
Maior IPO do ano no Brasil, Grupo Mateus busca concorrer com supermercadistas

                    Varejista foi criada três décadas atrás por garimpeiro

                    Oferta inicial da empresa movimenta R$4,63 bilhões

                    Analistas veem Mateus incomodando as grandes redes

São Paulo, 9 de outubro – O Grupo Mateus, empresa de distribuição alimentar criada há mais de três décadas anos por um ex-garimpeiro de Serra Pelada, concluiu ontem a maior oferta pública inicial do ano no país, que por sua vez também se torna a maior da história para uma companhia sediada no Nordeste. 

De acordo com informações disponíveis no site da Comissão de Valores Mobiliários, o Grupo Mateus levanto no processo, conhecido como IPO pela sigla em inglês, R$4,63 bilhões. É a maior estreia de uma empresa na bolsa brasileira desde a listagem da BR Distribuidora, em 2017. 

A ação foi precificada a R$8,97, no piso da faixa sugerida de preço. Segundo fonte com conhecimento da transação que falou à TC Mover, os investidores fizeram pedidos firmes pelo papel quase cinco vezes o montante de ações ofertado no IPO. 

Além do lote principal, a companhia também colocou no mercado três em cada quatro ações oferecidas no chamado lote adicional, disse a fonte. Isso porque o fundador e controlador da empresa, Ilson Mateus, quis dar preferência ao investidor de longuíssimo prazo na oferta, de acordo com a fonte. 

Foram contratados para coordenar o processo XP Investimentos, Bradesco BBI, Itaú BBA, Banco Safra, BB Investimentos, BTG Pactual e Santander Brasil. Nem o Grupo Mateus, nem alguns dos bancos que coordenaram o processo confirmam oficialmente as informações de bastidores. 

Grupo Mateus (GMAT3) é visto como empresa de distribuição alimentar sofisticada, dizem analistas

O IPO do Grupo Mateus, além da inspiradora história de vida do fundador da rede, Ilson Mateus, também se destaca por consolidar uma empresa com capital inteiramente brasileiro em um setor dominado por estrangeiros. Os maiores concorrentes da rede são as varejistas Carrefour Brasil, GPA e Cencosud – as duas primeiras dominadas por grupos franceses e a terceira por uma gigante chilena. 

Com quase 140 lojas localizadas nos estados de Maranhão, Pará e Piauí e faturamento de R$10 bilhões ao final de 2019, o Grupo Mateus se tornou no ano passado o quarto maior varejista alimentar do Brasil.

Analistas veem no Grupo Mateus uma empresa de distribuição alimentar sofisticada. Para Daniela Bretthauer, co-diretora da área de pesquisa de ações na Eleven Financial, a companhia “adota instrumentos de gestão complexos incluindo ferramenta de precificação própria, implementou gestão de rentabilidade por categoria – padaria, açougue, etc – e possui panificadora própria, central de fatiamento e porcionamento de frios e conta com hortifruti para abastecimento diário de suas lojas”. 

“O Grupo Mateus se destaca como principal player da região Norte e Nordeste, atuando em pé de igualdade com as multinacionais no que diz respeito às condições comerciais e com custo de distribuição menor, mesmo considerando que sua área de atuação é uma das regiões mais pobres e subdesenvolvidas do país” disse Bretthauer. 

De pequena mercearia a quarto maior varejista alimentar do país

Mateus, um ex-trabalhador nas minas da Amazônia, começou o negócio através de uma mercearia que foi se estendendo de Balsas, no Maranhão, para São Luiz e outras cidades da região. Ele também chegou a comercializar garrafas de vidro e latinhas de alumínio, de acordo com matérias da imprensa. 

Hoje seu negócio emprega mais de 20 mil pessoas. Com o dinheiro proveniente da oferta no caixa da empresa, o objetivo de Mateus é crescer mais rapidamente em outras partes do Nordeste. Ele e sua família continuarão donos de pouco mais de 78% da empresa. 

Acidente em loja do Grupo Mateus (GMAT3) não abalou sua estreia na B3

A oferta também superou o obstáculo causado por um acidente em uma das lojas no final de semana passado – a poucos dias da precificação do IPO. A queda de prateleiras em uma unidade matou uma funcionária e deixou oito pessoas feridas, segundo matérias da imprensa.

Gôndolas caem em loja da rede Mix Mateus Atacarejo. (Foto: Paraíba Total || Arte: TC Mover)

A tragédia levou a empresa a modificar o prospecto da oferta para incluir informações sobre o acidente e ainda facilitar uma saída para que os investidores que já tinham feito reserva pudessem desistir. 

A estreia do papel na B3 deve acontecer na próxima terça-feira, com a ação negociando mediante o símbolo “GMAT3”.

O que é um IPO

IPO é a sigla em inglês para Oferta Pública Inicial. Trata-se do processo pelo qual uma companhia se torna uma empresa de capital aberto e marca o momento em que essa empresa passa a vender ações pela primeira vez. 

Antes de concluir seu IPO e ter ações listadas na Bolsa de Valores, a empresa que deseja abrir seu capital precisa passar por diversos processos e atender às exigências da CVM, Comissão de Valores Mobiliários. 

Saiba mais sobre as Ofertas Públicas Iniciais, IPOs, baixando o e-book que o TC School preparou. Basta clicar aqui.

Texto: Ana Carolina Amaral
Edição: Guillermo Parra-Bernal
Foto: Folha do Maranhão || Arte: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis