TC Mover
Mover

Méliuz (CASH3) é a favorita do Bradesco BBI em três setores por crescimento e cultura

Postado por: TC Mover em 03/02/2021 às 11:53

São Paulo, 3 de fevereiro – Um cenário promissor, R$300 milhões em caixa, a possibilidade de crescimento via aquisições e a maior capacidade de contratar melhores talentos faz da Méliuz, código CASH3, a ação preferida do Bradesco BBI entre 26 papéis dos setores de tecnologia, educação e saúde.

 

A equipe liderada pelo analista Fred Mendes aponta em relatório que a empresa de cashback deve surpreender o mercado, com expectativa de 67% de crescimento após as altas de 56% nas novas contas abertas em sua plataforma em 2020 e de 152% nos usuários ativos, impulsionadas pelo baixo custo de aquisição de clientes da Méliuz.

O Bradesco BBI reiterou a recomendação outperform para o papel ordinário da Méliuz, nota equivalente a compra, e elevou o preço-alvo de R$20,00 para R$42,00, um potencial de 46% de alta em relação ao fechamento de ontem, de R$28,67.

 

A Méliuz acumulou R$300 milhões em caixa após sua oferta pública inicial, IPO na sigla em inglês, na B3, abrindo espaço para avançar em compras de rivais. Segundo o fundador Israel Salmen, subiu de 14 para 30 o número de acordos não-vinculantes com companhias estratégicas, desde financeiras a marketplaces.

Outro campo crucial, intrínseco na cultura da companhia é a habilidade de contratar talentos. “Vemos como fator qualitativo a possibilidade de atrair profissionais ‘fora da curva’, que será um grande diferencial para manter a trajetória de crescimento”, diz Mendes.

 

O cashback, programa de recompensa a compras pela plataforma em troca de incentivos e principal produto da empresa, deve representar de 50% a 58% das receitas no ano. Mendes vê a ação da Méliuz negociando a 16,5 vezes o EBITDA, uma medida de lucro operacional, mas considera que há espaço para uma expansão no múltiplo com o lançamento de mais serviços.

 

 

Desempenho das ações da Méliuz (CASH3)

Ação da Méliuz

Perto das 11h45, o papel ordinário da Méliuz, código CASH3, disparava 7,25%, cotado a R$30,75. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,92%, aos 119,3 mil pontos, em semana de recuperação.

 

Para acompanhar o desempenho das ações da Méliuz e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

 

 

Texto:  Gustavo Boldrini
Edição: Guillermo Parra-Bernal e Letícia Matsuura
Arte: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais