Mover

MMX (MMXM3) reverte venda de concessão da Mina Emma e ações sobem 38%

Postado por: TC Mover em 26/11/2020 às 12:28

São Paulo, 26 de novembro – A mineradora MMX, de Eike Batista, anunciou ontem que conseguiu reverter a venda da concessão da Mina Emma, em Corumbá, MS, junto ao juízo da recuperação judicial da empresa. As ações ordinárias, código MMXM3, por volta das 11h45, subiam 38,27%, a R$26,34. 

Os papéis da MMX chegaram a disparar 81%, a R$ 19,05, ontem. Ajudou nesse resultado o anúncio da saída da OSX, código OSXB3, da recuperação judicial. A OSX, assim como a MMX, faz parte do grupo EBX, criado por Eike Batista.

A concessão da Mina Laís, da mesma unidade de produção da Mina Emma, continuará com a empresa Vetorial Mineração até 2022, segundo a empresa. A MMX disse que vai tentar evitar a venda da Mina Emma e que usará sua exploração em uma nova proposta aos credores. 

MMX continua em recuperação judicial

A mineradora do grupo X de Eike Batista, MMX, estreou na bolsa brasileira em 2006 e já foi uma das companhias mais cotadas no mercado de ações. Em 2008, os papéis da empresa chegaram a valer mais de R$2 mil cada. O valor da MMX foi inflado pelas expectativas de que os projetos em minério de ferro iriam transformar o grupo em uma grande companhia, tal como a Vale.

A fase ruim da mineradora começou no ano de 2011. A MMX deixou de cumprir contratos de entrega de minério, trazendo à tona problemas de capacidade operacional. Em seguida, vieram as investigações sobre Eike Batista junto a governantes, o que gerou muitos processos que levaram o fundador da companhia para a prisão.

Apesar da OSX Brasil ter anunciado sua saída da recuperação judicial, a MMX continua. Juntas, as duas de três empresas do Grupo EBX acumularam mais de R$7 bilhões em dívidas. A MMX está em recuperação judicial desde 2016 e chegou a ver suas ações ordinárias quase zerar na B3.

Desempenho das ações da MMX (MMXM3)

Para acompanhar o desempenho das ações da MMX, código MMXM3, da OSX, código OSXB3, ou de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Vinícius Martins/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais