TC Mover
Mover

Netflix fecha acordo com Steven Spielberg de olho em ameaças

Postado por: TC Mover em 21/06/2021 às 18:39
Netflix fechou acordo com cineasta Steven Spielberg

São Paulo, 21 de junho – A Netflix fechou acordo com a produtora do aclamado diretor e cineasta Steven Spielberg, a Amblin Partners, para a produção de múltiplos filmes por ano para o serviço de streaming da companhia, em meio à crescente ameaça ao seu domínio no segmento.


Nova parceria da Netflix reforçará conteúdo com clássicos do cinema

Os recentes anúncios de fusão entre a Warner Media e a Discovery e da Amazon com a dona do legendário estúdio MGM mostraram como as empresas que lutam pelo domínio do streaming precisam ter uma biblioteca de conteúdo extensa e renomada para se destacar. Com isso, levantam discussões sobre a liderança da rainha Netflix no segmento.

No entanto, a parceria da Netflix com Steven Spielberg vem para reforçar a biblioteca de conteúdo da companhia com clássicos do cinema. Outro objetivo é acelerar sua produção de filmes.

Steven Spielberg, aos 74 anos, é hoje possivelmente um dos cineastas mais amados dos EUA. Durante as décadas que dedicou à produção de filmes, realizou clássicos como “E.T.”,“Indiana Jones”, e os vencedores de Oscars “A Lista de Schindler” e o “O Resgate do Soldado Ryan”. O The Wall Street Journal, que noticiou o acordo, aponta que esta é “uma grande conquista” para a empresa de streaming.


Produtora de Steven Spielberg não encerrou acordo prévio com a Universal Pictures

O acordo anunciado hoje não especifica valores, e implica que a produtora Amblin Partner, de Steven Spielberg, fará múltiplos filmes originais por ano para a Netflix. “Ficou bastante claro que tivemos uma incrível oportunidade de contar novas histórias juntos e alcançar o público de novas maneiras”, disse o cineasta em comunicado.

Além disso, a produtora revelou que a nova parceria não influenciará no acordo prévio que existia entre a empresa e a Universal Pictures, da companhia de telecomunicações americana Comcast Studios.

O papel da Netflix (NLFX) caiu 0,75% nesta segunda-feira, 21, cotado a US$497,00. Já o da Amazon (AMZN) recuou 0,94%, a US$3.453,96. Os ativos da ComCast (CMCSA) e da AT&T (T), dona da Warner Media, subiram 1,01%, a US$57,28, e 0,98%, a US$28,93, respectivamente.

Texto: Bruna Bins
Edição: Maria Luiza Dourado e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Quantitas vê aperto maior e taxa Selic a 8,25% em março

Especial: Entenda o HASH11 e as emergentes criptomoedas

Redução de estímulos levará tempo, diz Jim Bullard

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais