Mover

Produção de minério de ferro da Vale cresce forte e supera expectativas

Postado por: TC Mover em 20/10/2020 às 11:17

São Paulo, 20 de outubro – A Vale anunciou na noite desta segunda-feira, 19, os dados de produção do terceiro trimestre com um total de 88,7 milhões de toneladas de minério de ferro, superando a expectativa do mercado de 87 milhões de toneladas e 2,3% superior ao mesmo trimestre do ano passado. 

Já a produção de pelotas atingiu 8,6 milhões de toneladas, também acima dos 8,0 milhões estimados pelo mercado, mas 23,1% inferior a 2019. A de níquel acabado foi de 47,1 mil toneladas, abaixo das 55 mil projetadas e 8,4% abaixo do terceiro trimestre de 2019. Cobre também registrou queda de 11,2% no volume produzido na base anual, enquanto a de carvão recuou 40% e a de ouro caiu 4,9%. 

Recorde no Sistema Norte e retomada no Sul e Sudeste

A empresa destacou a forte produção de minério de ferro e o recorde do Sistema Norte, com 58,9 milhões de toneladas no trimestre, puxado por agosto, com 19,7 milhões de toneladas. O S11D também registrou recordes, com 8,3 milhões de toneladas em setembro e 24,4 milhões no trimestre. 

O desempenho melhorou nos Sistemas Sul e Sudeste em todas as unidades, com destaque para a retomada das operações da mina de Fazendão em julho. A produção de minério de ferro foi mantida em 1 milhão de toneladas por dia após meados de junho, estabilizando-se ao longo de quase todo o trimestre, favorecida pelas condições climáticas, disse a empresa. 

Já o volume de vendas de finos de minério de ferro e pelotas, com prêmio de US$4,6 por tonelada cúbica, atingiu 74,2 milhões de toneladas no terceiro trimestre, com aumento de 20,4% sobre o segundo trimestre. 

Queda nas vendas de minério e pelotas

Na base anual, porém, as vendas de minério caíram 11,2% e as de pelotas, 23,6%. A mineradora destacou que sua logística começou a se normalizar em setembro e o desempenho deve melhorar ainda mais no quarto trimestre. 

As vendas de níquel, apesar da queda de produção, atingiram um volume de vendas de 58,2 mil toneladas, aumento de 37,3% na base trimestral e 14,3% na base anual, em função de melhores preços e condições de mercado mais estáveis. 

Texto: Angelo Pavini
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais