Restrições pressionam fluxo de caixa do setor de combustível, diz Fitch
TC Mover
Mover

Restrições pressionam fluxo de caixa do setor de combustível, diz Fitch

Postado por: TC Mover em 29/03/2021 às 14:19
Restrições - combustíveis fitch

São Paulo, 29 de março – A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirma que a nova alta do número de infectados por coronavírus e o consequente retorno de restrições no Brasil devem pressionar o fluxo de caixa do setor de combustível, mais especificamente produtores de açúcar e etanol.


Hedge protege parcialmente setor de combustível, segundo Fitch

Em relatório, a Fitch ressalta que uma demanda por etanol, em substituição à gasolina, menor do que a inicialmente prevista limitará os ganhos gerados pelo aumento do preço do petróleo para as empresas do setor. Ao mesmo tempo, os fluxos de caixa mais fracos gerarão atrasos na desalavancagem.

Para a Fitch, o fluxo de caixa dos produtores de açúcar e etanol é parcialmente protegido de um declínio dos preços do alimento devido ao hedge. O movimento é uma estratégia de proteção para atenuar riscos de investimentos.

A agência acredita que 85,00% das exportações do produto na safra 2021/2022 estão protegidas a um preço médio de R$1.600 por tonelada, ante um preço médio de R$1.200 por tonelada nos últimos cinco anos. A depreciação cambial também ajuda as exportações, dando suporte aos fluxos de caixa.

Agência considera que restrições devem afetar demanda por etanol

No caso da demanda pelo insumo, a Fitch explica que o etanol cairá um dígito alto na comparação anual do primeiro trimestre de 2021, devido à volta das restrições em alguns municípios e estados.

Em janeiro e fevereiro, a demanda total por combustíveis, que inclui etanol hidratado e gasolina, diminuiu 6,50% na comparação com o mesmo período do ano anterior. A de etanol hidratado caiu 9,00% no mesmo período.

Preço do etanol pode influenciar o do açúcar

Diante disso, a Fitch espera que os preços do etanol podem influenciar o preço do açúcar. Isso ocorreria pois os produtores podem alternar a produção em virtude do melhor preço.

“O Brasil é o maior exportador de açúcar, portanto, uma maior oferta pressionará os preços para baixo. O preço do açúcar atualmente está sendo negociado em US$16 centavos por libra peso, acima da média de US$14 centavos dos últimos cinco anos, em decorrência de um déficit da produção global e de posições não comerciais compradas de fundos de investimento”, diz o relatório da Fitch.

Desempenho das ações das empresas do setor de combustíveis




Restrições - combustíveis fitch


Perto das 14h15, o papel da Ultrapar (UGPA3) subia 0,14%, cotado a R$20,95. A ação da BR Distribuidora (BRDT3) recuava 1,22%, a R$21,81, e a da Cosan (CSAN3) tinha queda de 1,16%, a R$89,76. No mesmo horário, o Ibovespa avançava 0,24%, aos 115,0 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da Ultrapar, BR Distribuidora e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Leandro Tavares
Edição: Igor Sodré e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Governo formaliza indicação de Fausto Ribeiro para presidência do Banco do Brasil

Chamada de margem em Nova Iorque abala mercados à espera do Payroll: Espresso

Calendário Econômico: Emprego, inadimplência, balanço

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais