TC Mover
Mover

TC Day – Infraestrutura é setor interessante para surfar retomada, diz Luiz Nunes

Postado por: TC Mover em 20/05/2021 às 14:35
Infraestrutura deve ser beneficiada por retomada, segundo Luiz Nunes

São Paulo, 20 de maio – A retomada da economia, com o avanço da vacinação contra a Covid-19, o arrefecimento do câmbio e os esforços do governo para avançar a agenda de privatizações, criam boas oportunidades de investimentos em empresas na área de infraestrutura, afirmou o sócio da Forpus Capital, Luiz Nunes, no TC Day 2021.


Redução de volatilidade deve atrair investimentos estrangeiros em infraestrutura

Segundo ele, as principais posições da Forpus estão justamente em ações de empresas ligadas ao setor, como concessões rodoviárias e aeroportos, diante dos esforços do governo federal em melhorar as condições macro regulatórias e avançar a agenda de privatizações. Ele não informou em quais papéis está posicionado.

Um ponto que beneficia o setor de infraestrutura é a perspectiva de melhora do câmbio. A redução da volatilidade deve ajudar a atrair investimentos estrangeiros, que estão de olho em ativos brasileiros. Entretanto, eles esperam que o cenário se acalme para realizar aportes.

“Com a ancoragem do câmbio, alta dos juros, avanço da imunização e reabertura da economia, as pessoas estão voltando a circular nas estradas e nos aeroportos”, disse Luiz Nunes no TC Day.


Nova onda de Covid-19, inflação e eleições são principais ameaças a companhias da área

Israel Massa, contribuidor do TC, também participou do painel sobre tendências do mercado de capitais. Ele entende que o cenário mais benéfico em termos regulatórios para a infraestrutura se aplica, ainda, para companhias de concessões de serviços públicos, como tratamento de água e esgoto.

Para Massa e Nunes, os riscos à tese de retomada e valorização das companhias de infraestrutura podem ser uma nova onda de Covid-19, uma aceleração mais forte que a esperada da inflação e as eleições presidenciais de 2022.

“Tivemos um alinhamento maior do Executivo com o Legislativo. Não se pode falar em paz na política brasileira, mas o alinhamento melhor possibilitou movimentos no sentido de privatizações”, disse Luiz Nunes. “Ano que vem tem eleição e o governo atual vai sofrer um ataque intenso de seus detratores”, completou.

Texto: Ivan Ryngelblum e Gustavo Boldrini
Edição: Karine Sena e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

CPI da Covid retoma depoimento de Eduardo Pazuello

TC Day – Decisão da Argentina beneficiará Minerva e Marfrig, diz Edson Ticle

Criptomoedas recuperam perdas do dia anterior

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais