Mover

Via Varejo (VVAR3) consolida reestruturação e avança no digital, dizem especialistas

Postado por: TC Mover em 03/03/2021 às 12:22

São Paulo, 3 de março – O balanço da Via Varejo, código VVAR3, no quarto trimestre mostrou a consolidação do seu processo de reestruturação, ou “turnaround”, apontam relatórios de algumas das principais casas de análise do Brasil. Além disso, há um avanço consistente nos canais digitais, avaliam os analistas.


Iniciativas nas frentes operacional, logística e financeira se destacam

Para a XP, as projeções da Via Varejo para 2021 mostram que ela está “na direção correta”, com destaque para as iniciativas nas frentes operacional, logística e financeira. Para o Santander Investment, os números apontam para uma consolidação do processo de reviravolta da varejista, que segue negociando em um “ponto de entrada atrativo”, com grande potencial de valorização na visão do BB Investimentos.

O BTG Pactual destacou que a reavaliação das ações da Via Varejo dependerá do desempenho das lojas físicas e do avanço na área de marketplace, ponto também destacado pelo Credit Suisse. Todas as casas citadas recomendam compra para os papéis ordinários da varejista, com exceção da XP, que mantém recomendação neutra.


banQi dobra volume total de pagamentos e puxa resultados da Via Varejo

A Via Varejo registrou lucro líquido de R$336 milhões no quarto trimestre, batendo o consenso TC de R$115 milhões, com impacto de ganhos cambiais. O resultado marca o fim da reestruturação da companhia, que passou mais de um ano limpando o balanço, modernizando sistemas de logística e digitalizando as operações.

A carteira digital da Via Varejo, banQi, foi um dos destaques no período, dobrando o volume total de pagamentos no quarto trimestre. A companhia faz sua teleconferência de resultados com analistas hoje, às 14h00, com a participação do diretor-presidente da companhia, Roberto Fulcherberger.


Desempenho das ações da Via Varejo (VVAR3)


Via Varejo - VVAR3


Apesar do bom resultado, perto das 12h05, o papel da Via Varejo, código VVAR3, caía 4,58%, cotado a R$11,47. No ano, a ação da varejista acumula 29,02% de perda. No mesmo horário, o Ibovespa operava na mínima, com queda de 2,11%, aos 109,1 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da varejista e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Leandro Tavares e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Serviços e indústria derrubam PIB, que tem pior recuo histórico em 2020

Petrobras (PETR4) perde quatro conselheiros após ingerência de Bolsonaro

Especial: Vale (VALE3) repete como queridinha nas carteiras em março, enquanto Petrobras (PETR4) despenca

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais