Caged mostra criação de 309 mil empregos em junho - TC
TC Mover
Mover

Caged mostra criação de 309 mil empregos em junho

Postado por: TC Mover em 29/07/2021 às 16:56
Caged mostra 309 mil novos empregos

Brasília, 29 de julho – O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Caged, continua sem apresentar um mês negativo em 2021, apontando para uma recuperação robusta do mercado de trabalho no Brasil, seguindo a aceleração da vacinação.

Em junho, o Brasil registrou criação líquida de 309.114 vagas formais de emprego, segundo o Caged, divulgado nesta quinta-feira pelo Ministério da Economia. O consenso do TC estimava a criação de 150 mil vagas formais no mês passado. O dado é o saldo entre 1,60 milhão de admissões e 1,29 milhão de desligamentos registrados no período.

Desde janeiro de 2020, houve substituição do Sistema do Caged pelo Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas para as empresas, com diferenças na comparação com resultados dos anos anteriores. Dessa forma, pela metodologia anterior, em vigor de 1992 a 2019, o melhor resultado para o mês de junho na série sem ajustes foi registrado em 2008, com criação de 309.442 vagas.

Segundo Caged, foram abertas mais de 1,5 milhão de vagas no primeiro semestre

Ao fim do primeiro semestre, foram criadas 1,53 milhão de vagas, na série com ajustes, apontou o Caged, contra perda de 1,19 milhão de postos no mesmo período em 2020, quando o país enfrentava os primeiros impactos do fechamento da atividade econômica em decorrência do coronavírus. No período semestral, é o desempenho mais forte desde 2010, quando o país registrou criação de 1,63 milhão de vagas.

Todos os setores pesquisados pelo Caged apresentaram desempenho positivo em junho, com destaque para serviços, com criação de 125.713 postos. O setor é beneficiado pela flexibilização das medidas de distanciamento social impostas pelos governos locais, em meio à imunização da população.

O setor de comércio ocupa a segunda colocação no mês, com geração de 72.877 postos de trabalho. Já a indústria, em terceiro, registrou 50.145 empregos. Encerram a lista os setores de agropecuária, com 38.005, e construção, com 22.460 empregos criados em junho. No acumulado do ano, todos os setores pesquisados pelo Caged registram geração de postos de trabalho. Lidera a lista, novamente, o setor de serviços, com 631.613 empregos criados.

Todas as regiões tiveram saldo positivo na geração de empregos

Também no mês passado, todas as regiões do país apresentaram saldo positivo de criação de postos, com destaque para o Sudeste, com 160.377 postos criados, e o Nordeste, com 48.994 empregos.

Já o salário médio real das novas admissões apresentou ligeiro recuo em junho na comparação ao mês de maio, a R$1.806,29, queda de 0,09%, de acordo com os dados apresentados pelo Caged.

Texto: Gabriel Ponte
Edição: Guillerme Dogo e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover

Leia também

Especial: Riscos não abalam cenário de PIB forte, diz Luiz Carlos Mendonça de Barros

Vale vê espaço para política mais agressiva de retorno a acionista

China e Federal Reserve puxam bolsas; no radar, Caged, dados fiscais, balanço da Vale: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais