Mover

Preços de venda e locação de imóveis comerciais recuam mais de 1% em 2020

Postado por: TC Mover em 27/01/2021 às 0:01
Imóveis

São Paulo, 27 de janeiro – Tanto o preço de venda quanto o de locação dos imóveis comerciais recuaram em dezembro, ampliando a queda no acumulado do ano, conforme levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Fipe, e do Zap Imóveis. Enquanto o preço de venda caiu 1,21%, a locação ficou 1,07% mais barata em 2020.

Os números mostram o impacto da crise provocada pelo coronavírus na economia, que levou muitos pequenos negócios à falência e reduziu o interesse por novas locações ou compras. Os dados mostram ainda o descompasso entre os preços de mercado de locação e o reajuste dos aluguéis antigos pelo Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, de mais de 20%, o que estimula os proprietários a aceitar negociações de bons inquilinos na hora de renovar os contratos.

Os índices Fipe-Zap ficaram abaixo também do Índice de Preços ao Consumidor, IPCA, acumulado em 12 meses. Considerado a inflação oficial do Banco Central e calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, o IPCA subiu 4,52% em 2020.

Brasília e Salvador puxam queda do preço de venda de imóveis comerciais

O preço médio de venda de salas e conjuntos comerciais de até 200 m² baixou 0,46% em dezembro. Brasília impulsionou o recuo do valor dos imóveis, registrando queda de 2,23% em dezembro e 6,60% em 2020.
Imóveis
Fontes FipeZap, IBGE e Banco Central / Arte: TC Mover
Niterói e Curitiba tiveram as menores quedas de dezembro, sendo 0,10% e 0,14%, respectivamente. Já no acumulado do ano, Salvador, Florianópolis e São Paulo aumentaram o preço dos imóveis em 2,31%, 1,11% e 0,52%, respectivamente.

Preço de locação dos comerciais cai 0,13% em dezembro

Rio de Janeiro e Belo Horizonte influenciaram na redução do preço de locação de comerciais de 0,13% em dezembro. Os imóveis do Rio ficaram 0,69% mais baratos e os da capital mineira, 0,30%. Na outra ponta da tabela estão Salvador e Florianópolis, com altas de 0,85% e 0,39%, respectivamente.
Imóveis
Fontes: FipeZap, IBGE e Banco Central / Arte: TC Mover
Quanto ao acumulado do ano, Rio de Janeiro continua liderando o ranking de queda de preços, caindo 6,04%, seguido de Curitiba, que barateou 3,97% os imóveis comerciais. Niterói, São Paulo e Brasília registraram alta de 4,15%, 1,42% e 0,03%, respectivamente.

Rentabilidade de aluguel comercial supera residencial

A rentabilidade para o investidor que opta pelo mercado imobiliário, calculada pela razão entre o preço de locação e o de venda, foi de 5,45% ao ano, considerando os dados de dezembro. O retorno do aluguel comercial superou a rentabilidade do aluguel de imóveis residenciais, que foi de 4,70% ao ano.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais