Mover

Prévia da inflação, IPCA-15 desacelera para 0,48% em fevereiro

Postado por: TC Mover em 24/02/2021 às 10:36
prévia da inflação

São Paulo, 24 de fevereiro – O Índice de Preços ao Consumidor-15, IPCA-15, considerado a prévia da inflação oficial do Banco Central, mostrou desaceleração em comparação a janeiro. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, o índice de preços subiu 0,48% em fevereiro, contra avanço de 0,78% no mês anterior. O dado veio em linha com o consenso do TC e levemente abaixo do esperado pela Reuters e Bloomberg.


Alta dos combustíveis impulsionou prévia da inflação

Apesar da desaceleração, o avanço de fevereiro foi o maior para o mês desde 2017. Os combustíveis subiram 3,34% no mês. Assim, a alta dos combustíveis influenciou o índice de inflação.

Conforme o IBGE, a gasolina ficou 3,52% mais cara no mês, oitava alta consecutiva. Ainda no grupo que tiveram avanços nos preços, está o de educação, que sofreu com os reajustes nos preços das escolas e a retirada de descontos praticados durante a pandemia. Ainda de acordo com o IBGE, o custo médio da educação teve alta de 2,39% no mês.


Habitação e alimentos desaceleram em fevereiro

Nos grupos que tiveram desaceleração, destaque para habitação e o de alimentos e bebidas. No primeiro, houve deflação de 0,74%, por causa da queda nos preços da energia elétrica com a implementação da bandeira amarela. Já no segundo, houve forte desaceleração da inflação comparado ao mês de janeiro. Os alimentos, que tiveram o maior peso no IPCA-15 do mês passado, subindo 1,53%, tiveram alta de 0,56% em fevereiro, segundo o IBGE.

A economista-chefe do TC, Fernanda Mansano, avalia que a desaceleração de preços nesses dois grupos pode apontar um cenário de inflação dentro da meta para este ano em 3,75%. Perto das 10h30, os contratos DIs subiam até 7 pontos-base. O contrato de juros com vencimento em janeiro de 2022 aumentava 1,5 pontos-base.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Bárbara Leite e Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

Mercado digere nova “guinada liberal” do governo à espera de balanço da Petrobras; prévia da inflação no radar: Espresso

Calendário Econômico: Prévia da inflação, dívida pública, Powell

Especial: Para Reach, ingerência vai impactar caixa e desinvestimentos da Petrobras (PETR4)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais