TC Mover
Mover

Racionamento de energia por crise hídrica é improvável, acreditam analistas

Postado por: TC Mover em 31/05/2021 às 19:00
Racionamento de energia por crise hídrica

São Paulo, 31 de maio – Um racionamento de energia em decorrência da crise hídrica é um cenário improvável, afirmam analistas do Itaú BBA e do Santander Investment, após o governo emitir um alerta de emergência hídrica na última sexta-feira.


Tarifas de energia devem pressionar inflação, diz Itaú BBA

Para o Itaú BBA, não há risco de racionamento de energia, apesar dos baixos níveis dos reservatórios. “O Brasil é menos dependente da geração hídrica devido ao aumento da participação de outras fontes de energia, como térmicas e renováveis”, escrevem Marcelo Sá, Matheus Saliba e Luiza Candiota, do Itaú BBA, o que deve compensar uma eventual escassez.

No entanto, as tarifas de energia continuarão pressionando a inflação ao longo deste ano. Deve também acelerar o movimento em 2022, uma vez que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) limitou o aumento em 10% em 2021.

O Santander Investment espera que os níveis de reservatórios hídricos continuem caindo, mas um cenário de racionamento de energia não deve acontecer. Ainda assim, o racionamento é uma possibilidade real se a geração de energia térmica for significativamente limitada pela disponibilidade de matéria-prima, afirmam os analistas André Sampaio e Guilherme Ferreira Lima.


Comitê para evitar racionamento de energia pode ser criado, diz jornal

A crise hídrica preocupa as autoridades do governo, que consideram necessária a instauração de um “comitê de crise”, segundo o jornal Valor Econômico. O comitê teria por objetivo definir estratégias para evitar racionamento de energia ou cortes de carga, os chamados blecautes, por déficit na oferta de energia, ainda de acordo com o veículo.

O jornal também informou, via fonte, que o tema dominou uma reunião, em caráter extraordinário, do Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico na semana passada.

Texto: Peter Frontini
Edição: Angelo Pavini e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Vieira: Manifestações não ameaçam Jair Bolsonaro, mas há risco à vista

Mineração caseira de criptomoedas prospera na Argentina

Especial: Controlador da Lojas Marisa nega que rede está à venda

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais