TC Mover
Mover

Arábia Saudita faz corte surpresa e petróleo dispara

Postado por: TC Mover em 05/01/2021 às 17:16

São Paulo, 5 de janeiro – A reunião da Organização de Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, Opep+, acabou por manter os níveis de produção da commodity para fevereiro e março próximo dos atuais, em vez de ampliar a oferta, como era o previsto. Os preços do petróleo nas bolsas firmaram alta com a decisão e o tipo WTI americano bateu o maior nível desde fevereiro, superando os US$50,00.

O acordo, que era esperado para ontem, veio após a Arábia Saudita se comprometer a um corte voluntário e unilateral de 1 milhão de barris por dia, frente ao impasse causado pela necessidade de a Rússia e o Cazaquistão elevarem suas produções.

Príncipe saudita acredita que corte de produção de petróleo ajude setor 

A Opep+ concordou que Rússia e Cazaquistão poderiam elevar a produção em 75 mil barris por dia em fevereiro e março, devido questões sazonais. Com os sauditas oferecendo o corte de 1 milhão, somado aos cortes já previstos anteriormente, a redução total para os próximos meses será de 1,425 milhão de barris por dia.

O príncipe saudita, Abdulaziz bin Salman, disse que a decisão tem por objetivo sustentar a economia dos países e o setor como um todo. Os ministros citaram o retorno das medidas de fechamento de atividades em vários países para conter o coronavírus como fator de preocupação para os próximos meses, mas ponderaram que o pior já passou.

Arábia Saudita suspendeu embargo a Catar

A Arábia Saudita suspendeu o embargo imposto ao Catar e reabrir fronteiras terrestres, aéreas e marítimas a partir da noite de hoje, de acordo com uma agência de notícias do Kuwait, país que faz a mediação das negociações.

O embargo ao maior exportador de gás liquefeito do mundo e importante exportador de petróleo ocorreu desde 2017 devido aos laços do Catar com Irã, que, ontem, assumiu a autoria do ataque a um navio-tanque sul-coreano que transportava petróleo e outros produtos químicos.

Preços do petróleo dispara com decisão da Opep+

Os preços do petróleo ficaram acima dos US$50 com a decisão da Opep+. O WTI tocou os US$50,17, maior valor desde 26 de fevereiro. O Brent chegou aos US$53,84, na máxima do dia. As moedas de países exportadores também subiram e o índice DXY, que compara o dólar com outros pares, recuava 0,41% às 16h15. 

Petrobras (PETR4) pega carona

A alta favoreceu também favoreceu as ações das petroleiras e a ação preferencial da Petrobras, código PETR4, chegou à máxima de R$30,18, ou 4,33% de alta, puxando também o Índice Bovespa. Para acompanhar o desempenho das ações da Petrobras e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

PETROBRAS PETR4- TC MATRIX - 05jan21

Texto: Kariny Leal
Edição: Angelo Pavini e Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais