TC Mover
Mover

Diretor do Federal Reserve vê juro subindo em 2022

Postado por: TC Mover em 23/06/2021 às 16:09
Diretor do Federal Reserve defendeu alta de juro em 2022

São Paulo, 23 de junho – O diretor do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, fez previsões nesta quarta-feira, 23, de aperto monetário e de uma possível elevação de juros em 2022. Elas levaram as bolsas de Nova Iorque às mínimas e deram força ao Índice Dólar DXY.


Recuperação americana abre espaço para altas nos juros, disse Raphael Bostic

Além de dizer que a recuperação americana abre espaço para o banco central americano elevar juros no fim de 2022 e mais duas vezes em 2023, Raphael Bostic afirmou que o “tapering”, redução das compras de ativos que injetam US$ 120 bilhões mensais na economia, deve começar em três ou quatro meses.

A principal variável para a definição do início do “tapering”, disse o diretor do Federal Reserve, é a situação do mercado de trabalho americano. Ele disse acreditar que, com três ou quatro meses de crescimento, a situação poderá ser considerada boa.


Diretor do Federal Reserve foi o primeiro a colocar prazo para o fim de estímulos

Na atualização da última quarta-feira, 16, da chamada Dot Plots, que reúne as projeções dos diretores do Federal Reserve, 13 dos 18 dirigentes viam altas de juros em 2023 e apenas sete deles em 2022.

Raphael Bostic é o diretor do Federal Reserve a colocar prazo para o fim dos estímulos. Ele também é o primeiro, desde a decisão de juros do Federal Reserve da última quarta-feira, a declarar que a autarquia tem três altas de juros à vista.


Previsões de diretor do Federal Reserve afetaram bolsas dos EUA e do Brasil

Por volta das 16h10, depois das projeções de Raphael Bostic, o índice Nasdaq reduzia a alta a 0,23%, e o S&P500 ganhava apenas 0,05%. O Dow Jones se mantinha no vermelho, em queda de 0,06%. O rendimento dos títulos de dez anos do Tesouro americano ampliava a alta a 1,8 pontos-base, e o Índice DXY, de virada, subia 0,04%.

As declarações do diretor do Federal Reserve também afetaram o Ibovespa, que não segurou a alta e acompanha a fraqueza externa. As posições do dirigente resultariam em menos injeção de liquidez, o que pode pesar nos mercados de risco como os de ações e de emergentes, caso do Brasil. No mesmo horário, o Ibovespa recuava 0,12%, aos 128,6 mil pontos, tendo atingindo os 129,9 mil pontos na máxima.

Texto: Lucia Boldrini
Edição: Guilherme Dogo e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Opep considera elevar produção de petróleo, diz jornal

Primeiro fundo 100% Bitcoin da América Latina estreia na B3

CPI da Covid aprova depoimentos sobre compra da Covaxin

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais