TC Mover
Mover

É preciso aguardar mais meses para confirmar Payroll, diz Jerome Powell

Postado por: TC Mover em 08/04/2021 às 14:55
Jerome Powell

Brasília, 8 de abril – Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, Fed, disse hoje que será preciso aguardar mais meses para confirmar a melhora do mercado de trabalho registrada pelo relatório Payroll de março, para ver se há avanços efetivos que permitam a retirada dos estímulos para a economia americana.


Jerome Powell vê novas cepas e alta de internações como riscos para a economia

Segundo ele, a retomada econômica dos Estados Unidos ainda é incompleta e desigual, e a alta da inflação provocada pela recuperação será temporária. O presidente do banco central americano participou de um debate sobre a economia global organizado pelo Fundo Monetário Internacional, FMI.

Jerome Powell afirmou que o pior cenário para a economia americana previsto no início do ano passado não se confirmou, mas que é preciso manter os apoios, uma vez que as novas cepas do coronavírus e o aumento das internações representam riscos.

Por esta razão, o Fed seguirá dando suporte à recuperação dos empregos no país, por meio dos juros baixos e das recompras de títulos, afirmou Jerome Powell.


Fed considera que inflação atual não será persistente

Conforme o monitoramento feito pelo Fed, a inflação atual será temporária, e não persistente, e provocada pelo processo de retomada da economia e pelos problemas nas cadeias de produção.

No entanto, Jerome Powell destacou que o Fed monitora de perto as expectativas de inflação. Além disso, afirmou que, se elas subirem muito ou se o índice persistir acima de 2,00%, serão usadas as ferramentas disponíveis para trazer os preços de volta à meta.


Preocupação maior é com taxa de desemprego, indicou Jerome Powell

O presidente do Fed destacou que seu pior pesadelo é o grande número de desempregados, de 9 a 10 milhões de americanos. A fala reforça a preocupação da instituição com a taxa de desemprego.

Ele reafirmou ainda que a retirada dos estímulos via recompras de títulos só será analisada pelo Fed quando houver sinais efetivos de que os objetivos de recuperação da economia foram atingidos, e não apenas com base em expectativas.


Falas do presidente do Fed repercutiram no mercado americano

As declarações de Jerome Powell fizeram os rendimentos dos Treasuries de dez anos recuarem mais, para 1,63%, 2,1 pontos-base de baixa em relação a ontem, por volta das 14h50. O dólar acentuou a queda, levando o índice DXY a perder 0,46%.

O mercado aproveita o alívio e fica confortável em tomar mais risco. No mesmo horário, o índice S&P500 acelerou os ganhos para 0,32%, com novo recorde intradiário, e o Nasdaq para 0,81%. Já o Dow Jones Industrials caía 0,01%.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Angelo Pavini e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Itaú BBA vê Congresso aprovando MP da Eletrobras até junho

Vieira: Bolsonaro fortalece Guedes em jantar com empresários

Exterior positivo aguarda Powell; Bolsonaro, Orçamento Infra Week no radar: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais