Mover

FOMC vê economia longe das metas e riscos com novas cepas

Postado por: TC Mover em 07/04/2021 às 17:22
FOMC

São Paulo, 7 de abril – Os integrantes do Comitê Federal de Mercado Aberto do banco central dos Estados Unidos, o FOMC, veem uma recuperação mais rápida do que a esperada da economia americana neste início de ano graças ao controle da pandemia e ao avanço da vacinação, com consequente aumento da inflação.


Demora na recuperação de empregos justifica manutenção de incentivos, diz FOMC

Entretanto, os integrantes do FOMC acham que ainda falta muito para essa retomada atingir seus objetivos de recuperação do emprego a ponto de justificar uma mudança em suas políticas de incentivos, conforme mostra a ata da última reunião.

O recado do FOMC foi claro: nada muda nos juros básicos, a chamada taxa Fed Funds, perto de zero. O mesmo vale para o programa de recompra de títulos do mercado da maior economia do mundo.


Ata mostra que banco central dos EUA acompanha preocupações dos mercados

A ata da reunião do FOMC em 26 e 27 de março chega um pouco desatualizada após os dados de emprego de março do Payroll. O relatório foi divulgado na última sexta-feira, 2. Porém, mostra que o Federal Reserve, Fed, segue atento às preocupações dos mercados com a inflação e os juros longos.

Segundo o texto, o banco central americano, denominado Federal Reserve, espera que a inflação fique acima da meta de 2,00% neste ano e no próximo, mas volte a se ajustar em 2023. Já a alta dos rendimentos dos Treasuries foi vista como um sinal positivo de confiança na retomada da economia. Alguns dos integrantes do FOMC apontaram, porém, para preocupações caso a alta provoque desorganização ou se torne persistente.


Para o FOMC, vacinação rápida acelera reabertura e aumenta confiança

O FOMC justifica a manutenção das políticas estimulativas pela incerteza ainda elevada com o cenário econômico, citando a pandemia e novos riscos, como o surgimento de novas cepas do coronavírus em alguns Estados americanos.

Já do lado positivo, o FOMC cita os incentivos fiscais, que podem ampliar o consumo, e o avanço rápido da vacinação, que levaram à reabertura mais rápida da atividade e a um aumento da confiança, a qual estimularia a redução da poupança. Com isso, resultaria em uma aceleração dos gastos e da recuperação do emprego.


Ainda para tranquilizar os mercados, o FOMC reforçou que os participantes defendem o máximo de transparência na comunicação sobre qualquer mudança no programa de recompra de títulos, que será feita com bastante antecedência.

Disse também que alterações serão feitas a partir de mudanças substanciais dos indicadores, não apenas por conta de projeções. Mas o presidente do Fed, Jerome Powell, afirmou na ata que as taxas não básicas podem mudar entre as reuniões.

Texto: Angelo Pavini
Edição: Clara Guimarães, João Pedro Malar e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Nubank assombra grandes bancos e pode superar BB em 2023, diz XP

Em dia de jantar com empresários, Jair Bolsonaro nega adotar confinamento nacional

Especial: “Grosseiramente barata”, Vale flerta com capitalização maior que Petrobras e Itaú juntos

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais