TC Mover
Mover

Inflação nos EUA supera consenso, mas alivia temor de superaquecimento

Postado por: TC Mover em 13/04/2021 às 13:54
Inflação

São Paulo, 13 de abril – Indicador relevante de inflação nos EUA, o Índice de Preços ao Consumidor, CPI, dos Estados Unidos acelerou para 0,60% em março ante fevereiro, de 0,40% no segundo mês do ano, e acima do consenso de 0,50% do mercado. Com isso, a variação anual de março subiu para 2,60%, também superior ao consenso, ante 1,70% no mês anterior.

 

Inflação nos EUA, de março, reduziu medo de mudança na política do Fed de não subir os juros em 2021

Também acelerou levemente acima do esperado o núcleo do CPI, que exclui componentes voláteis como combustíveis e alimentos. A variação foi de 0,30% no mês e de 1,60% no ano, ante projeções de 0,20% e 1,50%, respectivamente. Em fevereiro, a variação do núcleo havia sido de 0,10% no mês e de 1,30% na comparação anual.

Embora acima dos consensos, os números da inflação nos EUA em março aplacaram por ora o temor de um superaquecimento da economia. O fenômeno poderia a colocar em risco a determinação do banco central americano, o Fed, de não subir os juros em 2021 e por um longo tempo ainda.

 

Suspensão temporária da vacina da Johnson & Johnson afetou mais o mercado que a inflação

Os rendimentos dos títulos de dez anos do Tesouro americano reverteram a alta de antes da divulgação do dado e operavam em queda de 2,4 pontos-base por volta das 13h50. No mesmo horário, o índice Nasdaq subia 0,54%.

A decisão da FDA de suspender temporariamente a aplicação da vacina da Johnson & Johnson nos Estados Unidos, depois de ocorrências de coágulos, teve mais influência na bolsa americana que o dado de inflação. Às xhx, O Dow Jones caía 0,51%, depois de recuar cem pontos logo depois da notícia. O S&P 500 operava estável, com alta de 0,09%..

O mercado também esteve especialmente atento à participação em eventos públicos de três dirigentes regionais do Fed no começo desta tarde: Patrick Harker, da Filadélfia, Mary Daly, de São Francisco, e Loretta Mester, de Cleveland. As três falas foram uma prévia do aguardado discurso sobre o estado da economia americana do presidente da autarquia, Jerome Powell, amanhã no Clube da Economia de Washington.

Texto: Lucia Boldrini
Edição: Guilherme Dogo e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Entrevista exclusiva: Álvaro Dias defende CPI da Covid-19 ampla e não vê insegurança jurídica

Especial: Apesar de incertezas, chuva de IPOs pode exceder R$24 bilhões em abril

Inflação nos EUA no foco global; no radar, Petrobras, CPI, varejo: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais