TC Mover
Mover

Joe Biden e Vladimir Putin veem encontro como “positivo”

Postado por: TC Mover em 16/06/2021 às 18:56
Joe Biden e Vladmir Putin

São Paulo, 16 de junho – A cúpula bilateral entre Rússia e EUA, em Genebra, terminou de forma “positiva e otimista” para os dois lados, de acordo com as falas dos líderes dos dois países. Na mesa, Joe Biden e Vladimir Putin discutiram segurança cibernética, armas nucleares, Afeganistão, mudanças climáticas e direitos humanos.


Joe Biden ressaltou que EUA e Rússia devem cooperar em áreas comuns

Os únicos avanços práticos ficaram na área de negociações de armas nucleares, que foram paralisadas em fevereiro, e a volta dos respectivos embaixadores aos cargos no exterior.

Em coletiva logo depois do encontro, Joe Biden reiterou que os dois países devem cooperar em áreas comuns, mas que isso dependeria mais da Rússia e de como o país se adequa às “regras do ocidente”.

Nesse sentido, o presidente disse que a relação entre russos e americanos deve ser “segura e previsível”. Vladimir Putin, por sua vez, disse que os EUA e a Rússia retomarão relações diplomáticas e confirmou que concordará com as regras estabelecidas com o presidente americano.


Presidentes concordaram em contratar especialistas para acompanhar ataques cibernéticos

Nos assuntos mais espinhosos da conversa, como os ataques cibernéticos, o cerceamento dos direitos humanos na Rússia e a relação com a Ucrânia, Joe Biden disse que houve alguns avanços, mas que não entraria em detalhes.

O que ele falou em coletiva é que deixou Vladimir Putin avisado que, se os ataques cibernéticos vindos da Rússia continuarem, os EUA responderão. O presidente russo, porém, disse que a maior parte dos ataques hackers partem dos EUA, mas não deu provas disso. Fato é que, oficialmente, os dois líderes concordaram em contratar especialistas para estudar e acompanhar os ataques cibernéticos.


Vladimir Putin concordou em auxiliar na retirada de tropas no Afeganistão, disse Joe Biden

Sobre as armas nucleares, os dois países, que detém mais de 90% do arsenal nuclear do planeta, disseram que trabalharão juntos para impedir que o Irã acesse esse tipo de armamento. Joe Biden e Vladimir Putin também avançaram nos diálogos para controlar a produção de armas nucleares tanto na Rússia quanto nos EUA.

Ainda no âmbito militar, o presidente americano disse que Vladimir Putin concordou em ajudar na questão do Afeganistão, com a retirada de tropas americanas no país, e em prover assistência humanitária à Síria.


Políticos indicaram que relação entre os dois países está mais pacífica

Apesar das falas com tons positivos, Joe Biden e Vladimir Putin não concordaram em se encontrar em seus respectivos países. Eles evitaram usar o termo “confiança” para descrever a relação dos dois.

Mas, oficialmente, a relação está mais pacífica. De um lado, o russo elogiou a postura de Joe Biden, a quem chamou de “experiente estadista”. Do outro, o presidente americano disse que Vladimir Putin se mostrou mais aberto do que ele imaginava.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Cintia Thomaz e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Rodrigo Pacheco adia votação da MP da Eletrobras para quinta-feira

Boldrini: Coca-Cola, Cristiano Ronaldo e os vícios do sensacionalismo

Especial: Quando o Federal Reserve vai tirar o ponche da festa?

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais