TC Mover
Mover

Vendas do varejo nos EUA sobem em junho, contrariando projeção

Postado por: TC Mover em 16/07/2021 às 12:04
Vendas do varejo nos EUA

São Paulo, 16 de julho – As vendas do varejo nos EUA em junho surpreenderam positivamente os analistas. A demanda mais forte do que a prevista, apoiada pelos estímulos de bilhões de dólares em pagamentos aos americanos, mais negócios reabertos e mais liberdade de movimentos para os consumidores, se refletiu em ganhos para a maioria dos setores: nove de 13.

O indicador do Departamento de Comércio teve alta de 0,60% no mês passado, contrariando a expectativa de recuo de 0,40%. O dado de maio piorou com revisão para baixo: a queda de 1,3% foi ampliada para 1,7%, em movimento atribuído em parte à migração de consumidores para o setor de serviços naquele mês. Excluídas as vendas de automóveis, o avanço em junho foi ainda maior, de 1,3%.

Vendas do varejo nos EUA acelerou alta no pré-mercado, mas bolsas viraram após dados de Michigan

Faltando pouco mais de meia hora para a abertura do mercado à vista, o pré-mercado acelerava a alta, com futuros S&P500, após a divulgação das vendas do varejo nos EUA. Contudo, perto das 11h50, os índices passaram a recuar, com S&P caindo 0,26%, Dow Jones 0,41% e Nasdaq 0,11%. Às 11h00, saiu o indicador preliminar da Universidade de Michigan para a confiança do consumidor neste mês, apontando 80,8 pontos, decepcionando consenso.

Texto: Lucia Boldrini
Edição: Gabriela Guedes e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover

Leia também

Mercados sobem com varejo americano; vencimento de opções, LDO no radar: Espresso

Calendário Econômico: Vencimento de opções, IGP-10, vendas do varejo nos EUA

Especial: Reforma Tributária deve pesar na conta de luz ao taxar térmicas

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais