TC Mover
Mover

Agenda do Investidor: Bolsas mundiais, IGP-M e debate presidencial nos EUA

Postado por: TC Mover em 29/09/2020 às 12:08
A Agenda do Investidor de hoje traz o Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, comumente usado na correção de aluguel, o resultado primário do Governo Central e, nos Estados Unidos, o debate eleitoral entre Donald Trump e Joe Biden. Confira.

A Agenda do Investidor de hoje traz o Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, comumente usado na correção de aluguel, o resultado primário do Governo Central e, nos Estados Unidos, o debate eleitoral entre Donald Trump e Joe Biden. Confira.

 

Abertura e fechamento das bolsas mundiais

Após fecharem em alta ontem, as bolsas de Nova Iorque abriram o dia em queda, com os índices Dow Jones, S&P500 e Nasdaq recuando 0,23%, 0,11% e 0,03% respectivamente pela manhã.

 

No Brasil, o Ibovespa abriu com pequena alta de 0,14%, somando menos de 95 mil pontos.

 

Na Europa, o índice Stoxx600 caía 0,23% por volta das 11h00.

 

Na Ásia, o único índice a fechar no vermelho foi o Hang Seng, de Hong Kong, com queda de 0,85%. Enquanto isso, Nikkei, do Japão, e Shangai, da China, encerraram o dia crescendo 0,12% e 0,21% respectivamente.

 

Agenda do Investidor

Alta no IGP-M – Saíram hoje pela manhã os dados do Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, calculado pela Fundação Getúlio Vargas, FGV. O dado apresentou alta de 4,34%, ligeiramente abaixo do consenso que esperava por alta de 4,43%. Em agosto o IGP-M havia crescido 2,74%. No ano, o índice usado normalmente no reajuste de aluguéis acumula alta de 14,40% e, em 12 meses, de 17,94%.

 

Preço ao Produtor – O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, divulgou nesta terça-feira o Índice de Preços ao Produtor, IPP, de agosto. O índice teve alta de 3,28% no âmbito mensal e 0,91% no anual. Em julho, os dados haviam subido 3,22% no mensal e caído 1,20% no anual.

 

Orçamento – O Congresso adiou a instalação da Comissão Mista do Orçamento, prevista para hoje, para a semana que vem.

 

IPP alemão – Além do Brasil, a Alemanha também anunciou o IPP do país. Em setembro o índice ficou em -20%, uma queda maior que a prevista pelo consenso de -10%, indicando a necessidade de continuidade dos estímulos para o consumo e aquecer a economia alemã.

 

Confiança no euro – Os dados sobre a confiança do consumidor na Zona do Euro em setembro foram divulgados hoje cedo. Os números ficaram exatamente dentro do consenso, que previa uma leve melhora, mas ainda longe do positivo, registrando -13,9 pontos. Em agosto, foram -14,7 pontos.

 

EUA – Também saiu hoje a balança comercial americana de agosto. O saldo ficou negativo, registrando US$-82,94 bilhões, ante US$-79,32 bilhões do último levantamento.

 

Consumo – Ainda nos Estados Unidos, tivemos os dados da confiança do consumidor do Conference Board, que apresentou 101,8 pontos ante 86,3 do mês anterior. Outro dado referente aos Estados Unidos será a variação de estoques de petróleo medida pelo Instituto Americano de Petróleo, API, que deve sair por volta das 17h30, horário de Brasília.

 

Déficit primário – Durante a tarde, sai o resultado primário do Governo Central em agosto, que inclui o Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência. Este dado refere-se à saúde econômica brasileira, calculando a diferença entre o que o governo arrecada e os gastos públicos, sem considerar os juros da dívida. Em julho, o déficit primário brasileiro foi de R$87,8 bilhões.

 

PMI industrial – O Índice de Gerentes de Compras, PMI, industrial da China sai nesta terça-feira à noite. Tanto o Serviço Estatístico Nacional da China, NBS, quanto a empresa Caixin/Market, que medem o índice, devem registrar PMI acima dos 50 pontos, indicando aceleração do setor.

 

Japão – Também à noite, sai variação de vendas no varejo japonês em agosto. Em relação a 2019, o dado do varejo deve cair 3,5%. No mês anterior, as vendas tiveram queda de 3,3%. Além disso, o Japão divulga a produção industrial, que tem estimativa de alta de 1,5%.

 

Trump x Biden – O esperado primeiro debate eleitoral entre os candidatos à Presidência dos Estados Unidos acontece às 22h00, horário de Brasília, da terça-feira. O republicano Donald Trump e o democrata Joe Biden se enfrentarão nas urnas em novembro.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis