TC Mover
Mover

Alívio nos juros puxa bolsa; no radar, estímulos, alta de impostos, auxílio: Espresso

Postado por: TC Mover em 01/03/2021 às 19:26
bolsas - guedes

São Paulo, 1 de março – As bolsas americanas iniciaram março com o pé direito, recuperando parte das perdas da semana passada. Os investidores se animaram com a aprovação na Câmara dos Representantes do pacote de estímulos de US$1,9 trilhão para a economia americana no fim de semana e com a menor pressão dos juros de longo prazo.


Rendimentos dos Treasuries de dez anos tem leve queda

Novos sinais de que a recuperação econômica segue forte nos Estados Unidos e na Europa surgiram com dados dos gerentes de compras, os PMIs, divulgados hoje acima das projeções, e que poderiam indicar mais pressões inflacionárias. Apesar disso, os rendimentos dos Treasuries de dez anos terminaram o dia em pequena queda em relação a sexta-feira, de 0,01 ponto percentual, a 1,441%.

Com os juros longos estabilizados e mais incentivos à vista, já que o Senado americano deve aprovar o texto da Câmara até dia 14, o apetite por risco voltou e puxou as ações, especialmente as de tecnologia, que haviam sofrido mais na semana passada. Com isso, o Nasdaq terminou o dia em alta de 3,0% e S&P500 e Dow Jones Industrials em torno de 2,0%. Foi a maior alta do S&P500 desde junho.


Mercado local reduz entusiasmo após notícias sobre proposta de aumento de imposto

No Brasil, o mercado reduziu o entusiasmo depois de notícias de que o governo vai propor o aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, a CSLL, dos bancos para cobrir a redução de tributos sobre o diesel e o gás. Com grande peso no índice, os bancos quase anularam o ganho do Ibovespa, que se manteve nos 110 mil pontos.

A interferência do presidente Jair Bolsonaro nas estatais, a discussão do auxílio emergencial no Congresso e o avanço da pandemia de coronavírus no país devem continuar pesando no mercado local.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.


Leia também

Governo quer elevar impostos a bancos para reduzir combustíveis, dizem fontes

Fed e BCE não devem subir juros até 2023, estima Berenberg

Mansano: Vacinação é o estímulo da recuperação global

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais