Ano Novo Lunar começa na Ásia; no radar, BB, serviços e auxílio: Espresso - TC
TC Mover
Mover

Ano Novo Lunar começa na Ásia; no radar, BB, serviços e auxílio: Espresso

Postado por: TC Mover em 11/02/2021 às 10:09
Xi Jinping - Ano Novo Lunar

São Paulo, 11 de fevereiro – Os mercados asiáticos fornecem poucas pistas sobre o sentimento para o pregão desta quinta-feira, já que os mercados da China, Japão, Hong Kong, Coréia do Sul e Taiwan ficaram fechados pelo feriado do Ano Novo Lunar. O início do feriado no Oriente coincide com a ligação que o presidente americano Joe Biden fez a seu contraparte chinês, Xi Jinping, na véspera.

Biden comunicou que vai manter as tarifas impostas pelo predecessor Donald Trump e que pretende restringir certas exportações americanas de tecnologia. O primeiro contato formal desde a posse do americano deixa claro que Biden não vai ser “fichinha”: na ligação, ele responsabilizou a China pelas questões de Taiwan e Hong Kong e tratou de temas como aquecimento global, direitos humanos e práticas comerciais injustas. Mesmo com a liquidez limitada pelo início das festividades na Ásia, as bolsas globais mostram alta, com o fundo de índice atrelado ao MSCI ACWI World avançando pouco mais de 0,05%.


Bancos franceses e empresas de serviços britânicas puxam Euro Stoxx 600

O juro do Treasury americano de dez anos recua e os bons resultados de bancos franceses e empresas de serviços britânicas puxam o índice pan-europeu Stoxx Europe 600 para cima. Espera-se um desempenho menos positivo dos ativos de risco nos próximos dias, sinais de que os investidores assumiram uma postura mais moderada depois que os dados de inflação nos Estados Unidos ficaram praticamente inalterados.

Potenciais catalisadores de altas ou baixas nos mercados até a volta dos feriados incluem a discussão do programa de estímulo econômico nos Estados Unidos, os desdobramentos de infecções e vacinação contra o coronavírus e as mensagens dos principais articuladores globais de política econômica.

A aparição de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, na véspera confirmou que o banco central americano está disposto a ver a inflação ultrapassar a meta de longo prazo por um bom tempo antes de considerar endurecer sua política monetária.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/TC Mover


Leia também

Vieira: Projetos pró-auxílio indicam que agenda social veio para ficar

Calendário Econômico: Serviços, balanços, seguro-desemprego

Mansano: A autonomia do Banco Central

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais