Mover

Após saída da Ford do Brasil, IPCA pauta pregão; bolsas buscam retomada: Espresso

Postado por: TC Mover em 12/01/2021 às 10:18

São Paulo, 12 de janeiro – Os ativos de risco operam em leve alta nas principais bolsas da Ásia e da Europa na manhã desta terça-feira, após o movimento de realização da véspera que derrubou os índices americanos e fez o Ibovespa derreter. A cautela pauta o comportamento do investidor, que monitora a tentativa do Partido Democrata de impugnar o mandato do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aberto ontem a dez dias da sua saída da Casa Branca.

 

O avanço persistente do coronavírus pelo mundo também mantém o mercado sob estresse. Por aqui, reverbera com força a notícia de que a Ford Motor deve abandonar a produção de veículos no país após 102 anos de operação.

 

A decisão da centenária empresa aumenta com razão os temores sobre o ambiente de negócios do país, colocando em xeque os discursos do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o Brasil, apesar da sua bomba de incertezas e picuinhas internas, é ainda um local atrativo para as companhias estrangeiras.

 

Da mesma forma, destacamos os motivos pelos quais os contratos de juros futuros continuam embutindo prêmio extra – mesmo com a bolsa perto das máximas históricas. Além do ambiente político e de negócios confuso, a preocupação com o futuro do Teto de Gastos domina os mercados.

 

O atraso na votação da PEC Emergencial e as pressões subjacentes por uma prorrogação do auxílio emergencial continuam a agitar os temores sobre o rumo das finanças públicas. A disputa para a presidência da Câmara, entre os deputados Baleia Rossi e Arthur Lira, deve magnificar esses riscos.

 

Inflação acima do esperado

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, divulgou hoje o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, considerada a inflação oficial do Banco Central, de dezembro. O IPCA saltou 1,35% no mês, acima do consenso de 1,21%. No acumulado do ano, a inflação ficou em 4,52%, acima da meta de 4,00%, mas dentro do intervalo de tolerância de 1,5% para cima ou para baixo.

 

O Tesouro Nacional volta a ofertar títulos atrelados à inflação e o Instituto Butantan deve divulgar dados globais da eficácia da Coronavac às 12h45. Lá fora, agenda vazia traz os números de oferta de empregos dos Estados Unidos pelo relatório JOLTs, ao meio-dia.

 

 

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais