Mover

As mais lidas da semana: IRB (IRBR3), commodities, Bitcoin

Postado por: TC Mover em 21/02/2021 às 8:00
mais lidas da semana

São Paulo, 21 de fevereiro – O balanço da IRB Brasil, código IRBR3, do quarto trimestre está entre as mais lidas da semana da TC Mover. Além disso, chamou atenção dos leitores a coluna de Felipe Von Eye Corleta sobre a alta das commodities. A renovação da máxima histórica do Bitcoin também está na lista. Confira!


IRB Brasil (IRBR3) intensifica prejuízo no quarto trimestre e retoma enquadramento técnico

A IRB Brasil, código IRBR3, viu seu prejuízo líquido saltar de R$229,8 milhões no terceiro trimestre para R$620,2 milhões no quarto trimestre, confirmando a situação ainda difícil da companhia em meio ao processo de retomada. Apesar do resultado frustrante, a IRB Brasil afirmou que atingiu os enquadramentos regulatórios na provisão técnica e no índice de liquidez no final do ano passado, passos importantes no processo de recuperação da empresa. Leia aqui a matéria.

Corleta: As commodities ainda têm espaço para subir mais?

O editor da TC Mover, Felipe Von Eye Corleta, analisa as altas recentes das commodities nos últimos dias, o que está por trás dessa valorização e as dinâmicas por trás dos preços desses produtos, assim como perspectivas para eles no futuro próximo. Leia aqui a coluna.

Bitcoin renova máxima em dólar e reais

O Bitcoin bateu recorde e superou os US$52,5 mil na quarta-feira. A criptomoeda também renovou a máxima histórica frente à moeda brasileira, ultrapassando R$289,2 mil e subindo mais de 7%. A moeda digital disparou cerca de 54% desde o primeiro dia de fevereiro, quando era cotada a US$34 mil. O JPMorgan acredita que as novas altas do Bitcoin sejam insustentáveis e irracionais, de acordo com o CNBC. Leia aqui a matéria.

Especial: BNDES vende um quarto da posição na Klabin (KLBN11), diz fonte

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES, se desfez na quinta-feira de uma em cada quatro ações que possui na Klabin, código KLBN11, parte do programa de desinvestimentos que o banco estatal faz para reduzir sua dívida com o Tesouro Nacional, disse uma fonte com conhecimento do assunto. Leia aqui a matéria.

Supermercadistas devem apontar para maiores margens, à espera do auxílio

A digitalização das vendas, a maior inflação alimentar e o auxílio emergencial devem impulsionar os resultados das três supermercadistas listadas na B3 no quatro trimestre, mas o desempenho futuro vai depender na evolução da renda e dos mudanças nos hábitos de consumo causados pela pandemia do coronavírus. Leia aqui a matéria.

Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC


Leia também

Resumo da Semana: Banco Central, Klabin, auxílio emergencial

Mansano: Economia americana, a inflação e o desemprego

Sanita: Grupo Klabin (KLBN11)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais