TC Mover
Mover

As mais lidas da semana: Magazine Luiza (MGLU3), Elon Musk, Multiplan (MULT3)

Postado por: TC Mover em 15/05/2021 às 6:30
Balança da Magazine Luiza está entre as mais lidas da semana

São Paulo, 15 de maio – O balanço da Magazine Luiza, que frustrou o consenso de lucro mesmo o crescimento nas vendas online e a capacidade de contenção de despesas fixas e administrativas, está entre as mais lidas da semana. Os efeitos negativos para as criptomoedas após a decisão de Elon Musk de retirar o Bitcoin como forma de pagamento aceita pela Tesla, citando preocupações ambientais, também foi um dos destaques entre os leitores.

Além disso, a coluna do contribuidor do TC Sérgio Sanita sobre a Multiplan, analisando o potencial de recuperação da administradora de shoppings com uma possível reabertura da economia, chegou às mais acessadas. Confira abaixo as notícias mais lidas da semana!


Magazine Luiza frustra consenso, refletindo peso do online

A Magazine Luiza frustrou na última quinta-feira, 13, o consenso de lucro no primeiro trimestre, após o peso de margens menores pela expansão do segmento online compensar a maior diluição de despesas e a crescente participação de mercado da maior varejista eletrônica do país. Leia aqui a matéria.


Elon Musk volta atrás sobre Bitcoin e derruba criptomoedas

Elon Musk, diretor-presidente da montadora de carros elétricos Tesla, anunciou na última quinta-feira, 13, que suspendeu a aceitação de pagamentos em Bitcoin pelos seus veículos enquanto procura por outras criptomoedas que causam menos danos ambientais. A declaração resultou em uma queda generalizada no mercado de criptomoedas no mesmo dia. Leia aqui a matéria.


Sanita: Multiplan (MULT3) reagirá ao afrouxamento das restrições?

O contribuidor do TC, Sérgio Sanita, fala sobre a Multiplan (MULT3), empresa do setor de shoppings, um dos mais afetados pelas restrições devido à pandemia. Para Sanita, a companhia tem mostrado uma recuperação tímida, mas pode estar próxima do rompimento de uma região de resistência. Leia aqui a coluna na íntegra.


Eleven recomenda entrar no IPO da Dotz só no piso da faixa

A Eleven Research recomendou que investidores entrassem no IPO da Dotz, a oferta pública inicial de ações, apenas no piso da faixa de preço indicativa da oferta, entre R$16,20 e R$21,40. O período de reserva acaba na última segunda-feira, 10. Leia aqui a matéria.


Tesouraria da Hering comprou ações enquanto negociava fusão

A tesouraria da Hering comprou o equivalente a R$62 milhões em ações ordinárias, enquanto o conselho da empresa supostamente negociava a venda do seu controle para rivais, mostrou documento da Comissão de Valores Mobiliários, CVM, na última terça-feira, 11. Leia aqui a matéria.

Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC


Leia também

Resumo da Semana: Paulo Guedes, inflação, Ser Educacional (SEER3)

Sanita: Ser Educacional (SEER3) e a boa assimetria com reabertura

Especial: Paulo Guedes garante reformas em 2021 e sintonia com Congresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais