TC Mover
Mover

As mais lidas da semana: Reais, Petrobras (PETR4), general Silva e Luna

Postado por: TC Mover em 27/02/2021 às 8:00
mais lidas da semana

São Paulo, 27 de fevereiro – A recomendação do JPMorgan para compra de reais no curto prazo como uma posição tática, afirmando que o noticiário ruim e a crescente ingerência do governo nas estatais já estão precificados na moeda está entre as mais lidas da semana da TC Mover.

Os holofotes desta semana estavam nas notícias sobre a Petrobras, códigos PETR3 e PETR4, após o presidente Bolsonaro demitir o presidente da companhia, Roberto Castello Branco. Assim, também chamou a atenção dos leitores o perfil do nome escolhido por Bolsonaro para a cadeira de Castello Branco, o general Joaquim Silva e Luna. Confira abaixo as mais lidas da semana da TC Mover.

Compre reais no curto prazo, recomenda JPMorgan

Os analistas do JPMorgan recomendaram comprar o real brasileiro como posição tática de curto prazo, citando que o noticiário ruim e a crescente ingerência do governo nas estatais já estão precificados na moeda. Leia aqui a matéria.

Especial: Como crise na Petrobras (PETR4) pode criar pandemônio na economia

O nervosismo causado pela demissão de Roberto Castello Branco da presidência da Petrobras, códigos PETR3 e PETR4, no dia 19 de fevereiro, e o risco de maior ingerência nas empresas estatais podem contaminar o viés da política monetária a pouco menos de três semanas da decisão de juros mais esperada dos últimos anos, avaliaram gestores e contribuidores do TC. Leia aqui a matéria.

Especial: General Luna, indicado para comandar Petrobras (PETR4), pode surpreender céticos

Joaquim Silva e Luna, o general que foi nomeado em 19 de fevereiro para comandar a Petrobras, códigos PETR3 e PETR4, pelos próximos dois anos, é pau para toda obra, mas não é pau mandado. Leia aqui a matéria.

Lojas Americanas (LAME4) e B2W (BTOW3) destoam do Ibovespa e disparam com possível fusão

As ações de Lojas Americanas, código LAME4, e da B2W, código BTOW3, dona do e-commerce da varejista e do site Submarino, operaram na contramão do Ibovespa na segunda-feira, 22, e disparam após a notícia de possível fusão entre as companhias, que criaria uma gigante do comércio eletrônico. De acordo com as empresas, a operação tem o “objetivo de maximizar a experiência de cliente em uma nova jornada de criação de valor”. Leia aqui a matéria.

WEG (WEGE3) bate consensos com balanço robusto, mas alerta para impactos da crise

A retomada da economia no quarto trimestre impulsionou a demanda da WEG, código WEGE3, que voltou a mostrar resultados sólidos e melhores que o esperado no período, mas segue cautelosa em relação à crise causada pela pandemia da Covid-19. Leia aqui a matéria.

Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC


Leia também

Resumo da Semana: Petrobras (PETR4), Treasuries yields, PEC Emergencial

Sanita: Eneva (ENEV3)

Corleta: Os Treasuries yields americanos vão estragar a festa das bolsas?

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais