Mover

Ata do Copom reforça visão sobre orientação e natureza temporária da inflação

Postado por: TC Mover em 15/12/2020 às 10:07

São Paulo, 15 de dezembro – A inflação em dezembro, apesar de alta, deve ter natureza temporária, de acordo com a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária, Copom, do Banco Central, que manteve a visão de que a orientação futura em relação aos juros pode ser retirada caso o fenômeno com os preços ponha em risco o cumprimento das metas de inflação para 2021 e 2022.

“As últimas leituras de inflação foram acima do esperado e, em dezembro, apesar do arrefecimento previsto para os preços de alimentos, a inflação ainda deve se mostrar elevada, com coleta extraordinária de preços de mensalidades escolares e transição para o mais elevado patamar de bandeira tarifária de energia elétrica”, disse a ata. 

Apesar da maior pressão no curto prazo, o comitê conhecido como Copom disse que os choques por trás dos índices de preços são temporários, mas prometeu monitorar sua evolução com atenção, “em particular as medidas de inflação subjacente”.

Ajuste fiscal deve permitir recuperação econômica sustentável

Na ata, o Copom disse que perseverar no processo de ajuste fiscal “é essencial para permitir a recuperação sustentável da economia”, que pode se tornar mais gradual com a ressurgência do vírus nas grandes economias e com a incerteza quanto à disciplina fiscal. 

Questionamentos sobre a continuidade das reformas e “alterações de caráter permanente no processo de ajuste das contas públicas podem elevar a taxa de juros estrutural da economia”, apontou, reiterando que “alterações de política fiscal que afetem a trajetória da dívida pública ou comprometam a âncora fiscal motivariam uma reavaliação”, mesmo que o Teto dos Gastos ainda esteja nominalmente mantido.

Tom da ata do Copom é menos severo que em comunicado

O tom da ata divulgada hoje parece menos severo do que no comunicado da quarta-feira passada, o que pode gerar uma reação nos DIs e no dólar, disseram economistas e contribuidores do TC. 

Nela, o comitê avaliou os próximos passos da política monetária, em especial a evolução da cláusula da orientação sobre a convergência das expectativas e projeções de inflação para a meta, que pode ocorrer por duas razões. 

Por um lado, a elevação das expectativas e projeções para 2021, e por outro, a mudança do horizonte, com aumento do peso relativo das expectativas e da inflação observada em 2022, “para o qual as expectativas e projeções estão, no momento, suficientemente próximas da meta”. 

Texto: Guillermo Parra-Bernal
Edição: Bárbara Leite e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais