Mover

Ativa vê defasagem de 15% e novos reajustes na gasolina

Postado por: TC Mover em 05/03/2021 às 18:34
gasolina

São Paulo, 5 de março – Após as altas recentes do petróleo, a gasolina já ficou com defasagem de 15,00%, o que deve levar a Petrobras, códigos PETR3 e PETR4, a promover novos reajustes no combustível, estima a Ativa Investimentos.

 

Petrobras pode elevar preço da gasolina para ter paridade internacional, afirma economista

A diferença se dá pelo ganho da commodity nos últimos dois dias, na esteira da decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, a Opep+, de manter os cortes na produção da commodity em abril. O futuro do petróleo Brent para maio subiu 2,18% ontem. Nesta sexta, a alta no Brent ronda os 4,00%, voltando a níveis pré-pandemia.

“Em outras palavras, a Petrobras pode elevar o preço da gasolina em cerca de 15% para buscar a paridade com o preço internacional”, afirma Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos. Para o economista, o aumento nas refinarias não será feito de forma integral, mas parcelado ao longo das próximas duas semanas.

Aumento nos preços motivou mudança na presidência da estatal

O litro da gasolina nas refinarias acumula alta de 41,00% desde o início do ano, com o último aumento do dia 1º deste mês. Já o diesel subiu 34,00% no mesmo período.

Entretanto, por conta dos reajustes, que já somam cinco na gasolina e quatro no diesel neste ano, o presidente Jair Bolsonaro decidiu trocar o presidente da Petrobras, sugerindo o militar Joaquim Silva e Luna no lugar de Roberto Castello Branco, que deve sair em 20 de março. Também foi anunciada desoneração do PIS/Cofins por dois meses no diesel para baratear o preço na bomba.

Desempenho das ações da Petrobras (PETR3 e PETR4)

petrobras

O papel preferencial da Petrobras, código PETR4, encerrou o dia com alta de 0,77%, cotado a R$22,39. Já a ação ordinária da petroleira, código PETR3, subiu 0,87%, a R$22,06. O Ibovespa terminou esta sexta-feira com avanço de 2,23%, aos 115,2 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da Petrobras e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Kariny Leal e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Resumo da Semana: PEC Emergencial, Treasuries yields, ações recomendadas

Verde vê “situação mais complicada” e eleva proteção no câmbio

Sanita: Petrobras (PETR4)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais