Mover

BC aprova adesão de 762 instituições ao Pix; lançamento será em novembro

Postado por: TC Mover em 22/10/2020 às 12:14

São Paulo, 22 de outubro – O Banco Central, BC, aprovou 762 bancos, fintechs e outras instituições de pagamento para ofertar o Pix como forma de pagamento e transferência digital a partir de 16 de novembro. O processo de adesão, incluindo os testes e requisitos definidos pelo BC, foi concluído na última sexta-feira, 16.

Impasse com as fintechs

Associação Brasileira de Fintechs, ABFintechs, anunciou nesta quarta-feira que está discutindo com as autoridades reguladoras do mercado financeiro como fortalecer o setor. O comunicado veio após as denúncias de cadastramentos indevidos da chave Pix envolvendo fintechs, como Nubank e C6.

O C6, o Nubank e o Mercado Pago, setor financeiro do Mercado Livre, foram notificados pelo Procon-SP devido às reclamações de clientes. A Fintech Nubank e o Mercado Pago divulgaram notas dizendo que o cadastro é realizado apenas com o consentimento do consumidor. O C6 respondeu em nota que “todos os casos são resolvidos sempre sem prejuízo ao consumidor”.

As reclamações de cadastramentos indevidos se avolumaram após o Banco Central, BC, divulgar um ranking com as instituições financeiras na quarta-feira passada, 14. A Nubank e o Mercado Pago lideraram a lista.

Mais agilidade e disponibilidade

A chave Pix, que pode ser o número de telefone, o CPF ou CNPJ, o e-mail ou uma chave aleatória cadastrados primariamente pelo usuário, servirá como identificação. Apesar de o cadastro de chave não ser necessário, ele é recomendável para ter mais praticidade e maximizar a experiência, em especial no recebimento do Pix.

O Pix promete mais disponibilidade e agilidade no pagamento e na transferência digital. As operações poderão ser efetuadas a qualquer momento, pois será um serviço que funciona 24 horas por dia. 

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Arte: Nathália Reiter/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais