Mover

Bolsas batem recordes nos EUA; no radar, estímulos, vacinas, contas externas: Espresso

Postado por: TC Mover em 17/12/2020 às 20:28

São Paulo, 17 de dezembro – As bolsas registraram hoje mais um dia de muita oscilação e ganhos, com os índices em Nova Iorque fechando nas máximas históricas, aguardando a aprovação do novo pacote de estímulos fiscais no Congresso americano. 

O clima já era animado na abertura, quando o S&P500 e o Nasdaq bateram recordes intradiários de pontos, embalado também pelas declarações do Federal Reserve, que prometeu no dia anterior manter os juros e os estímulos monetários, e se manteve assim até o fechamento, mesmo com as declarações de líderes dos partidos Republicano e Democrata de que ainda há divergências e que por isso as conversas devem continuar pelo fim de semana adentro. 

Os avanços das vacinas contra o coronavírus, com a FDA, órgão regulador americano, analisando a liberação emergencial do imunizante da Moderna – aprovada depois do fechamento – que se juntará à da Pfizer, ampliando a oferta para a população americana, também deram impulso às ações.

Saldo de contas correntes brasileiras deve ser positivo

Na agenda de amanhã, destaque para os dados de contas externas brasileiras de novembro divulgados pelo Banco Central. A recuperação da atividade econômica no mês passado deve ter reduzido o superávit da balança comercial ao impulsionar as importações e reduzir as exportações, mas o saldo de contas correntes ainda vai ser positivo, com os gastos em viagens ao exterior perto de zero. 

O saldo deve ficar em US$1 bilhão, abaixo do US$1,5 bilhão de setembro, segundo o UBS, e o déficit em 12 meses atingirá US$11,7 bilhões, ou 0,8% do PIB, um número bastante confortável. 

Já o investimento estrangeiro direto, capital de longo prazo que entra para empresas e negócios, deve atingir US$2 bilhões, perto do US$1,8 bilhão de setembro, somando US$36 bilhões em 12 meses, ou 3% do PIB, o que garante o financiamento tranquilo das contas externas, de longe o melhor número da economia brasileira.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais