TC Mover
Mover

Bolsas caem e aversão ao risco aumenta; no radar, Campos Neto, EUA e IPOs: Espresso

Postado por: TC Mover em 24/09/2020 às 8:23
As bolsas derretem e os futuros dos índices acionários americanos apontam para abertura em queda em Nova Iorque na manhã desta quinta-feira, refletindo a visão de vários diretores do Federal Reserve de que, na ausência de mais estímulos fiscais, não haverá maneira de sustentar a retomada econômica na maior economia do mundo.

As bolsas derretem e os futuros dos índices acionários americanos apontam para abertura em queda em Nova Iorque na manhã desta quinta-feira, refletindo a visão de vários diretores do Federal Reserve de que, na ausência de mais estímulos fiscais, não haverá maneira de sustentar a retomada econômica na maior economia do mundo.

Em sinal de que esses comentários alentaram a aversão ao risco, os rendimentos dos Treasuries recuaram e o dólar americano ganhou terreno ante moedas pares e de países emergentes. A retomada da moeda americana deprime as cotações do ouro, que tem seu pior desempenho semanal em dois meses, e do petróleo.

Ou seja, teremos mais um dia de pressão altista no câmbio por aqui. O Stoxx Europe 600 cai pela primeira vez em três dias, seguindo os passos da liquidação de ações nos principais centros financeiros asiáticos. Tudo aponta para o segundo dia consecutivo de quedas nos índices-referência S&P500, Dow Jones e Nasdaq Composto, de acordo com gestores e contribuidores do TC.

O menor apetite por risco, a incerteza quanto à reabertura dos negócios na esteira da disparada nos casos de Covid-19 e a covardia dos políticos em quaisquer cantos do planeta marcam o sentimento global. Nos Estados Unidos, por exemplo, as chances de outro pacote de ajuda do Congresso que suavize o impacto da nova onda de infecções murcham, à espera da eleição presidencial no país.

Fique de olho nos dados de seguro-desemprego semanal e de vendas de moradias novas nos EUA, nos discursos de três diretores do Fed, incluindo o presidente da autarquia, Jerome Powell, e na fala do presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey.

Por aqui, o Banco Central do Brasil divulga o Relatório Trimestral de Inflação às 08h00, com apresentação e coletiva do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, no final da manhã. Também haverá do Conselho Monetário Nacional e leilão de dívida do Tesouro Nacional, que irá ofertar LTNs, NTN-Fs e LFTs.

Na política, nosso analista político Leopoldo Vieira destaca o apoio do presidente Jair Bolsonaro à proposta de Reforma Tributária da Câmara em troca da criação do tributo digital para compensar a desoneração da folha de pagamentos, e ao plano do senador Márcio Bittar, relator do da Proposta de Emenda Constitucional do Pacto Federativo, de negociar a unificação dos programas sociais no programa Renda Cidadã.

O cenário corporativo se mostra movimentado, com a precificação das ofertas inicial da Melnick e subsequente da Santos Brasil, na esteira dos fiascos da Hidrovias do Brasil e da BR Partners ontem.

IRB Brasil pode reagir aos comentários do diretor-presidente Antônio Cássio dos Santos, ao contribuidor do TC Rafael Ferri: o executivo rejeitou qualquer intervenção ou recuperação judicial da resseguradora, disse que há caixa suficiente para enfrentar quaisquer obrigações e que negou haver necessidade de mais ofertas de ações. O mercado também pode repercutir a chamada para uma assembleia na JBS pela BNDESPar.

Arte: Nathália Reiter/TC Mover.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis