TC Mover
Mover

Bolsas disparam nos EUA; no radar, China, balanços, Orçamento, Lula, CPI: Espresso

Postado por: TC Mover em 15/04/2021 às 20:54
Bolsas - fiscal

São Paulo, 15 de abril – As bolsas americanas voltaram a fechar em forte alta, renovando as máximas históricas. Os índices foram impulsionados por indicadores mais fortes da economia americana e balanços positivos de empresas.


Varejo e seguro-desemprego puxam bolsas nos EUA

Os dados de vendas no varejo bem acima do esperado e a queda nos pedidos de seguro-desemprego semanais para o menor nível na pandemia deram a deixa para a compra de ações, reforçada pela queda dos juros longos. Os investidores relevaram o crescimento da indústria americana abaixo do esperado e preferiram olhar o copo meio cheio, que a retomada continua.

Assim, o Dow Jones Industrials e o S&P500 renovaram os recordes, intradiário e de fechamento, e terminaram o dia perto das máximas, com o primeiro superando pela primeira vez a marca dos 34 mil pontos. Já o Nasdaq liderou os ganhos em Nova Iorque, com a valorização dos papéis de tecnologia, ajudados pela queda dos juros.


Treasuries yields caíram mesmo com indicadores apontando para recuperação econômica

O rendimento do Tesouro americano, chamado de Treasuries yields, de dez anos chegou a cair 10 pontos-base, para 1,53%, menor taxa desde 11 de março. Contudo, se recuperou um pouco no fim do dia, para 1,57%, ainda assim 6 pontos-base abaixo da taxa de ontem. Os yields de 30 anos caíram ainda mais, chegando a atingir 2,21%, 11 pontos-base de baixa, mas se recuperaram ligeiramente para fechar em 2,26%, 6 pontos-base de queda.

A redução dos juros longos mesmo com os números fortes da economia americana mostra que os investidores levaram a sério as indicações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, que ontem afirmou que os juros não devem subir este ano e que a inflação acima da meta de 2,0% será tolerada durante a recuperação da economia.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Minerva Foods quer zerar emissões líquidas até 2035

Especial: João Luiz Braga, da Encore, vê Open Banking acelerando disrupção entre bancos

MP da Eletrobras é prorrogada por Rodrigo Pacheco por mais 60 dias

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais