Mover

Bolsas iniciam semana no vermelho; no radar, Twitter, Trump e vírus: Espresso

Postado por: TC Mover em 11/01/2021 às 9:38

São Paulo, 11 de janeiro – Banido das redes sociais e abandonado por alguns aliados após supostamente incitar o motim no Capitólio dos Estados Unidos na semana passada, o presidente americano Donald Trump deve contra-atacar na sua última semana no cargo.

 

Isso, junto com mais altas nas infecções por coronavírus e a percepção de que as avaliações de muitos ativos financeiros estão esticadas demais, pauta o comportamento dos ativos de risco no início desta semana.

 

Banimento de Trump das redes sociais, alta de infecções de coronavírus e percepção de papéis esticados pautam comportamento de ativos de riscos na semana

 

O dólar americano sobe ante as moedas pares e de mercados emergentes, que também sentem a notícia de que a Turquia viu o déficit em conta corrente disparar em dezembro. Cuidado, que o real pode sentir o peso desse fluxo negativo de manchetes na abertura de hoje.

 

No entanto, a busca por segurança ainda não permeia os rendimentos dos Treasuries americanos, que se resistem a cair de forma consistente com a maior aversão ao risco. As bolsas europeias perdem a máxima de dez meses e os futuros do índice S&P500 caem.

 

Bitcoin volta aos US$32 mil na madrugada

 

O preço do Bitcoin desabou pouco mais de 20% entre a tarde de domingo e a madrugada de hoje, tocando os US$32 mil de volta. O investidor Ed Yardeni, célebre por seu inabalável otimismo, disse à rede CNBC ontem que teme que o mercado de ações de tecnologia esteja perto de níveis similares aos da bolha do setor em 2000.

 

E tampouco gosta da alta meteórica do Bitcoin – é 300% em seis meses. “Por onde olho, só vejo sinais de derretida”, disse. Há semanas que alertamos sobre a natureza volátil do Bitcoin, apesar da entrada maciça de investidores institucionais no criptoativo.

 

Contudo, ele aponta para a recuperação econômica, a probabilidade de mais estímulos na era pós-Trump e a vacinação em massa contra a Covid-19 como potenciais divisores de águas. A conferir.

 

Em matéria política, Trump está confiante que o vice-presidente Mike Pence e seu gabinete não tentarão removê-lo com base a 25ª Emenda da Constituição americana, de acordo com a imprensa local.

 

Preocupações com a nova variante do coronavírus pesam

 

Pesando na mente dos investidores estão as preocupações de que as ações subiram demais nos últimos três meses e as avaliações esticaram exageradamente, mesmo agora que a pandemia de coronavírus está se espalhando rapidamente e é visível a dificuldade de distribuir as vacinas de forma rápida.

 

Ontem na Alemanha, membros do gabinete da chanceler Angela Merkel pediram aos cidadãos a redução drástica do contato com familiares e conhecidos depois que o número de mortos pelo vírus ultrapassou os 40 mil.

 

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais