TC Mover
Mover

Bolsas sobem de olho em estímulos, eleições; no radar, vírus, IPCA, orçamento: Espresso

Postado por: TC Mover em 08/10/2020 às 20:21

São Paulo, 8 de outubro – As bolsas em Nova Iorque tiveram mais um dia de altas nesta quinta-feira 8. O otimismo com a retomada das negociações entre a Casa Branca e a oposição democrata para aprovação de um novo pacote de ajuda para famílias e empresas americanas prejudicadas pela Covid-19 impulsionaram os índices americanos. 

A expectativa de que a eleição presidencial americana caminha para uma vitória folgada do democrata Joe Biden, deixando pouca margem para o presidente Donald Trump questionar o resultado na Justiça, também reduziu as preocupações dos investidores. Os índices novaiorquinos tiveram a segunda alta seguida e o Dow Jones Industrials registrou o maior nível em um mês, mesmo com dados não tão positivos de seguro-desemprego.

Ibovespa dispara

Já no Brasil, além da melhora no cenário externo, a expectativa de que as propostas para a criação do Renda Cidadã, versão bolsonarista do Bolsa Família, respeitarão o teto de gastos e a pressão para que a Comissão do Orçamento seja instalada na semana que vem animaram os investidores, que levaram o Ibovespa a subir mais de 2% e a voltar para perto dos 98 mil pontos. 

A proximidade do vencimento dos mercados de opções e futuro de Ibovespa na próxima quarta-feira,14, ou seja, daqui três pregões, e a valorização do petróleo no exterior também ajudaram na alta.

Resiliência

As bolsas americanas fecharam em alta, com otimismo sobre a possibilidade de novos estímulos, ainda que com divergências entre a Câmara dos Representantes e a Casa Branca. Os índices S&P500, Nasdaq e Dow Jones encerraram em alta de 0,80%, 0,50% e 0,43%, respectivamente. 

O petróleo também avançou com os temores sobre o impacto do furacão Delta no Golfo do México e a revisão de projeções da Opep. Os contratos futuros do WTI para novembro subiram 3,10%, a US$41,19, enquanto os do Brent para dezembro avançaram 3,22%, a USS$43,34.

Resultados e perspectivas

Um dos destaques nos EUA foram os dados de pedidos de seguro-desemprego, que totalizaram 840 mil na semana passada, acima do consenso de 820 mil, mas abaixo do resultado da semana imediatamente anterior, 849 mil. 

A fala da presidente da Câmara, Nancy Pelosi, também chamou a atenção. Ela rejeitou a possibilidade de aprovar incentivos para aéreas sem que haja um pacote fiscal mais amplo. “Queremos um pacote completo, não um projeto magrelo”, disse. Pouco depois, um porta-voz da Casa Branca afirmou que o presidente Trump quer um pacote “magrelo”.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Nathália Reiter/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis