Mover

Bolsonaro encontra empresários; no radar, ata do FOMC e Infra Week: Espresso

Postado por: TC Mover em 07/04/2021 às 10:01

São Paulo, 7 de abril – A quarta-feira começa com o mercado misto antes da ata do FOMC, o comitê decisório de juros do banco central dos Estados Unidos. A divulgação é o evento mais importante do dia.


Futuros americanos viram com PMIs europeus/

Os futuros dos índices acionários dos Estados Unidos operavam em queda na madrugada. Entretanto, passaram a rondar a estabilidade, perto de suas máximas históricas. Os dados fortes de atividade do setor de serviços da Europa em março, os PMIs, como são conhecidos os Índices de Gerentes de Compras, contribuíram para a virada dos futuros dos índices americanos.

Nesta semana, os PMIs já tinham superado o consenso nos Estados Unidos e na China. Com isso, reiteram o que disse ontem o Fundo Monetário Internacional. De acordo com o FMI, nos países desenvolvidos, que injetaram estímulos maciços contra os efeitos da Covid-19, o pós-pandemia já está à vista.

Já em relação à ata do FOMC, espera-se uma avaliação dos riscos inflacionários da retomada. Além disso, há expectativa de mensagem de que os juros ficarão perto de zero por longo tempo. Falas de dois dirigentes do Federal Reserve em eventos hoje funcionarão como atualização após o relatório de empregos de março, o Payroll, e os outros indicadores positivos que saíram desde então.


Infra Week, inflação e atividade se destacam na agenda brasileira

Na agenda econômica brasileira, os destaques da quarta-feira, além da primeira rodada de leilões da Infra Week, com ofertas firmes pelos 22 aeroportos em disputa, são inflação e atividade. A maior percepção de risco em relação à economia no pior momento da pandemia pode impactar a concorrência e ter efeitos negativos nos ágios do leilão. O governo chama a Infra Week de “o maior programa de concessões em infraestrutura do mundo”.

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna, IGP-DI, de março, desacelerou, registrando inflação de 2,17% na comparação mensal. O dado antecede outros índices, como o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, e o Índice Geral de Preços – Mercado, IGP-M.

Além disso, sai o Índice de Commodities do Banco Central de março que deve continuar pressionado pelos preços e pela desvalorização do real, e os dados de produção da Anfavea do mês passado. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa da reunião virtual de seus pares do G20, durante as reuniões do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial.

No exterior, a balança comercial americana deve ter aumento de déficit e, às 11h30, saem estoques de petróleo dos EUA na semana. À espera desse dado, o petróleo tem instabilidade.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Calendário Econômico: Infra Week, IGP-DI, FOMC

Bolsas caem após recordes; no radar, ata do FOMC, PMI, inflação, orçamento: Espresso

Programa de emprego será renovado “a qualquer momento”, diz Paulo Guedes

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais