Mover

Bradesco BBI vê bancos saindo “em boa forma” da crise da Covid-19

Postado por: TC Mover em 07/12/2020 às 16:04

São Paulo, 7 de dezembro – Os bancos brasileiros estavam bem preparados para lidar com a pior crise da história e agora estão saindo “em boa forma, com o impulso dos ganhos aumentando”, segundo o Bradesco BBI. 

Em relatório sobre a entrevista do Isaac Sidney, presidente da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, ao Valor Econômico, os analistas destacam as estimativas de que, no segundo trimestre de 2021, a inadimplência, para a qual os bancos já estão devidamente provisionados, deve ficar algo próximo a 4%, embora semelhante aos níveis observados durante a recessão de 2016 e acima dos atuais 2,4%, é bem abaixo do que eles projetavam, de 6%.

Segundo o relatório, Sidney reforçou, na entrevista, a importância de lidar com certas distorções existentes que impede uma queda maior nos spreads. Entre elas, o aumento de impostos e a estrutura do cartão de crédito. 

O Bradesco BBI acredita, porém, que a reforma tributária esperada não deve trazer nenhum alívio importante para o sistema bancário e as discussões sobre mudanças na estrutura dos cartões de crédito estão em seus estágios iniciais ou são incipientes. 

Desempenho das ações dos bancos

Perto das 15h45, as ações dos principais bancos subiam em bloco, exceto Banco do Brasil, código BBAS3, que caía 0,73%, a R$58,34. O IFNC, o Índice Financeiro, avançava 1,29%. No mesmo horário, o Ibovespa ganhava 0,62% a 114.453 pontos. 

Para acompanhar o desempenho das ações dos bancos e de outras instituições, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais