TC Mover
Mover

BTG Pactual vê melhor perspectiva econômica, apesar de ruídos políticos

Postado por: TC Mover em 01/07/2021 às 14:55
BTG Pactual melhora perspectiva para economia brasileira

São Paulo, 1 de julho – O BTG Pactual afirmou em seu relatório para o mês de julho que suas perspectivas para a economia do Brasil melhoraram muito nos últimos meses. Entretanto, o banco também viu os ruídos políticos ressoarem mais forte, diante de acusações relacionadas à corrupção na aquisição de vacinas.

Para o banco de investimentos, uma recuperação econômica mais rápida do que o esperado anteriormente, combinada com a aceleração do ritmo de vacinação, mostram que o país pode superar a pandemia nos próximos meses. Ao longo do último trimestre, a instituição elevou suas estimativas para o crescimento brasileiro neste ano, também refletindo uma melhora na situação fiscal.

Estresse político após acusações de corrupção pode causar volatilidade, segundo o BTG Pactual

Do outro lado da moeda, os analistas do BTG Pactual também destacam que o ambiente político voltou a se deteriorar em junho, em meio a acusações de corrupção na aquisição de vacinas por parte do Ministério da Saúde. Eles ressaltam que ainda não há evidência conectando o presidente Jair Bolsonaro ao escândalo, mas o estresse político pode causar volatilidade nos mercados por algum tempo.

O banco também destacou a crise hídrica e energética como possível fator de risco. Os analistas acreditam que o país não deve passar por racionamentos, mas afirma que a situação é crítica e deve ser monitorada.

BTG Pactual decidiu manter exposição aos setores de moradia e de saúde em julho

Em sua carteira recomendada para o mês de julho, o BTG Pactual decidiu manter sua exposição ao setor de moradias, mas substituiu os papéis da Gerdau (GGBR4) pelos da Cyrela (CYRE3). Também manteve alocação no setor de saúde, trocando as ações da Hapvida (HAPV3) pelas da Rede D’Or (RDOR3).

Os papéis da Weg (WEGE3) também foram adicionados à carteira, com o banco esperando um balanço forte no segundo trimestre. Já a adição de Porto Seguro (PSSA3) ocorre pois os papéis estão negociando a múltiplos atrativos, segundo analistas. As ações da Totvs (TOTS3) e da Eletrobras (ELET6) foram removidas da carteira para dar lugar às duas.

O restante da carteira do BTG Pactual se manteve o mesmo do mês anterior, com ações da Vale (VALE3), Bradesco (BBDC4), Lojas Renner (LREN3), BR Distribuidora (BRDT3), CCR (CCRO3) e Oi (OIBR3).

Desempenho das ações da Vale (VALE3)

Perto das 14h55, o papel ordinário da Vale (VALE3) recuava 2,00%, cotado a R$110,98. Já a ação preferencial da Gerdau (GGBR4) caía 2,67%,a  R$28,82. Os ativos da Eletrobras (ELET6) e da BR Distribuidora (BRDT3) subiam respectivamente  0,09%, a R$43,41, e 5,02%, a R$28,02. No mesmo horário, o Ibovespa operava em queda de 1,37%, aos 125,0 mil pontos. Desempenho das ações da Vale

Para acompanhar o desempenho das ações que compõe a carteira de julho do BTG Pactual e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Peter Frontini
Edição: Gustavo Boldrini e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Brasil cria mais de 1 milhão de empregos no ano

Luiz Dominguetti sugere que Luis Miranda fazia lobby de vacina

Especial: Fluxo e volatilidade devem marcar julho

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais