Mover

Calendário Econômico: Selic, inflação, varejo, serviços

Postado por: TC Mover em 05/12/2020 às 6:00

São Paulo, 5 de dezembro – O destaque do Calendário Econômico da próxima semana será a política monetária. O Comitê de Política Monetária, Copom, decidirá se mantém ou altera a taxa básica de juros, Selic. O Banco Central Europeu também anunciará os juros básicos da Zona do Euro.

Outro dado importante da agenda econômica é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, o índice de inflação oficial do Banco Central. Além disso, saem dados do varejo e dos serviços. Confira abaixo o Calendário Econômico completo.

Segunda-feira

China – O Calendário Econômico da semana inicia com a balança comercial da China de novembro divulgada meia-noite. A estimativa é de saldo de US$53,50 bilhões.

Alemanha – Também na madrugada de segunda-feira sai a produção industrial da Alemanha referente ao mês de outubro. O consenso TC aponta alta de 1,50%.

Inflação – A Fundação Getúlio Vargas, FGV, vai divulgar o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna, IGP-DI, de novembro. As informações do índice são coletadas entre dia 1 e último dia do mês de referência. No mês anterior, houve inflação de 3,68% e a expectativa é de desaceleração para 2,7%, segundo a LCA. Em 12 meses, a variação deve atingir 24,4%.

Relatório Focus – O Relatório Focus, divulgado pelo Banco Central, reúne as projeções feitas pelo mercado sobre a economia brasileira, como o Produto Interno Bruto, PIB, e a taxa Selic. Deve apontar alta das projeções para o IPCA após a Aneel determinar aumento nas contas de luz em dezembro. 

Evento – A Conferência Amazônica do Itaú Unibanco inicia às 9h00 da segunda-feira.

Veículos – A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, vai divulgar dados sobre a produção de veículos de novembro. No mês anterior foram produzidos 236,5 mil automóveis.

Balança comercial – Também compõe o Calendário Econômico de segunda-feira a balança comercial anunciada pelo Ministério da Economia.

Câmara – Devem ser votados na Câmara dos Deputados o Marco da Cabotagem, Plano Mansueto e projeto que libera fundos.

PIB – Sai à noite o Produto Interno Bruto, PIB, japonês do terceiro trimestre. A expectativa é de crescimento de 5,00%.

Terça-feira

Zona do Euro – A variação do Produto Interno Bruto, PIB, do terceiro trimestre e o Índice ZEW de percepção econômica de dezembro serão divulgados na Zona do Euro às 7h00, horário de Brasília. O PIB deve disparar 12,60%. 

Selic – A terça-feira é marcada pelo primeiro dia da reunião do Comitê de Política Monetária, Copom, para decidir a manutenção ou alteração da taxa básica de juros, a Selic. Atualmente, os juros básicos estão em 2,00% ao ano.

Inflação – O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, vai divulgar na terça o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, de novembro. Este dado é o índice de inflação oficial do Banco Central. No mês anterior, o IPCA aumentou 0,86%. A expectativa é de desaceleração para perto de 0,70% no mês e alta de 4,11% em 12 meses.  

IPC-S – Outro dado de inflação que sai na terça é o IPC-S, Índice de Preços ao Consumidor – Semanal. Na quadrissemana anterior, teve alta de 0,94%.

Eventos – Às 10h00 começa o segundo dia da Conferência Amazônia do Itaú. Já às 10h30, acontece o Investor Day da BRF.

Rede D’or – A Rede D’or vai precificar a oferta pública inicial, IPO na sigla em inglês, às 18h00. O código de negociação da companhia na B3 será RDOR3.

Petróleo – O Instituto de Petróleo Americano, API, vai divulgar os estoques de petróleo no país. Na semana anterior, foram registrados 4,10 milhões de barris.

China – À noite, sai o Índice de Preços ao Consumidor, IPC, chinês de novembro, que deve apresentar queda de 0,20% na comparação mensal. Além disso, também será divulgado na China o Índice de Preço ao Produtor, IPP, de novembro. O consenso aponta estabilidade no índice.

Quarta-feira

Alemanha – O Calendário Econômico da quarta-feira começa com a balança comercial da Alemanha referente a outubro. No mês anterior, o saldo foi de 20,8 bilhões de euros.

Selic – O destaque da agenda econômica da quarta-feira será o segundo dia da reunião do Copom, a última de 2020. Será decidido se a taxa básica de juros, Selic, será alterada ou mantida nos atuais 2,00% ao ano. A divulgação será às 18h30.

IPC – A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Fipe, anunciará o Índice de Preços ao Consumidor, IPC. Na quadrissemana anterior, o índice apresentou alta de 1,09%.

IGP-M – Sai também a primeira prévia do Índice Geral de Preços do Mercado, IGP-M, de dezembro, calculado pela FGV.

Evento – Começa, às 12h00, o último dia da Conferência Amazônia do Itaú Unibanco. 

Fluxo cambial – O Banco Central divulgará o fluxo cambial. Na semana anterior, apresentou saldo negativo de US$883 milhões.

Emprego – Já nos Estados Unidos, saem as ofertas de emprego JOLTs de outubro. Havia 6,44 milhões de ofertas em setembro.

Atacado – Outro dado americano que sai na quarta é sobre os estoques no atacado de outubro. A estimativa é de alta de 0,20% na comparação mensal.

Petróleo – A Administração de Informação de Energia, EIA, dos Estados Unidos divulgará a variação de estoques de petróleo.

Inflação – À noite sai o Índice de Preços ao Produtor, IPP, japonês de novembro. A expectativa é de estabilidade em relação a outubro.

Quinta-feira

Reino Unido – Na madrugada desta quinta saem três dados importantes do Reino Unido referentes a outubro. A balança comercial deve apresentar saldo negativo de 9,20 bilhões libras. O consenso TC aponta alta de 0,20% na produção industrial e aumento de 10,20% no Produto Interno Bruto, PIB.

Euro – Inicia na quinta a reunião do Conselho Europeu para discutir o programa de ajuda para os países do euro. 

Taxas – O Calendário Econômico também terá a decisão da taxa de Facilidade de Depósito da Zona do Euro. A estimativa é de manter -0,50%. O Banco Central Europeu também decide a taxa de Facilidade de Cedência. 

Taxa de juros – Outra decisão do BCE será sobre a taxa básica de juros. Atualmente a taxa está zerada. A coletiva do banco central será às 10h30, horário de Brasília.

Varejo – Saem às 9h00 dados sobre as vendas do varejo brasileiro de outubro. O consenso TC indica aumento de 1,30% na comparação mensal.

Eventos – O Banco do Brasil se reunirá com investidores às 9h30. Outro evento da quinta-feira é o Investor Day da CSN às 11h00.

Estreia – A Rede D’Or, código RDOR3, fará a estreia na B3 às 10h00.

IPC – Nos Estados Unidos, sai o Índice de Preços ao Consumidor, IPC, de novembro. O índice deve apresentar leve alta de 0,10%. 

Seguro-desemprego – Será divulgado dado semanal sobre o seguro-desemprego nos Estados Unidos. Na semana anterior, foram registrados 712 mil pedidos do benefício.

Orçamento – O balanço orçamentário federal americano de novembro será apresentado durante a tarde. Em outubro, o déficit foi de US$284 bilhões.

Sexta-feira

IPC alemão – Na madrugada da sexta-feira, sairá o Índice de Preços ao Consumidor, IPC, alemão de novembro. A estimativa é de queda de 0,80% na comparação mensal.

Euro – Começa o segundo dia de reunião do Conselho Europeu para discutir o programa de ajuda para os países do euro. 

Serviços – Já no Brasil, será divulgada pesquisa de serviços de outubro. No mês anterior, os serviços subiram 1,80%.

Vacinação – Inicia na sexta-feira o julgamento do Supremo Tribunal Federal, STF, sobre a vacinação obrigatória contra Covid-19.

IPP – Nos Estados Unidos sai o Índice de Preços ao Produtor, IPP, de novembro. O consenso TC aponta alta de 0,80% na comparação mensal.

Michigan – A Universidade de Michigan divulgará a pesquisa de condições de negócios e o índice de confiança do consumidor. Ambos os dados são referentes a dezembro.

Petróleo – A contagem de sondas feita pelo Baker Hughes também será divulgada na tarde da sexta.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais