TC Mover
Mover

Câmara deve votar impeachment de Trump; bolsas oscilam e euro recua: Espresso

Postado por: TC Mover em 13/01/2021 às 9:44
bolsas - EUA - Trump

São Paulo, 13 de janeiro – As bolsas europeias oscilam com viés de baixa e o euro recua após um diretor do Banco Central Europeu dizer que a autoridade monetária do bloco manterá postura monetária dócil pelo tempo que for necessário.

 

Apesar de o diretor, Francois Villeroy de Galhau, também presidente do Banco da França, ressaltar que o BCE está de olho no impacto do afrouxamento monetário na taxa de câmbio, o investidor viu os comentários como reforço do cenário de juros baixos por um tempo mais longo.

 

Os rendimentos dos Treasuries recuam, o dólar opera em leve alta e os futuros dos índices acionários oscilam no pré-mercado em Nova Iorque, depois de que dois diretores do Federal Reserve, Fed, rejeitaram a possibilidade de reduzir as compras de ativos no curto ou médio prazo.

 

Os comentários das autoridades na Europa e nos Estados Unidos sinalizam que a pandemia continua sendo o norte das ações de política econômica e que o Fed, especificamente, evitará uma repetição da infeliz retirada antecipada de estímulos de 2013, que desencadeou forte volatilidade nos mercados.

 

Comentários do Fed mitigam preocupações com processo de impeachment de Trump

 

As falas de Villeroy, assim como os comentários feitos ontem por James Bullard, diretor do Fed de St. Louis, e Eric Rosengren, diretor do Fed de Boston, mitigam quaisquer eventuais preocupações com o avanço, na Câmara dos Representantes dos EUA, de um processo de impeachment contra o presidente americano Donald Trump.

 

A reação do Partido Democrata e de alguns correligionários de Trump no Partido Republicano demonstra fúria crescente sobre o papel de presidente no motim da semana passada no Capitólio, que resultou em cinco mortes. Ele ainda não mostrou o menor remorso pela tragédia.

 

A menos de uma semana da posse de Joe Biden, que derrotou Trump na eleição de novembro, como presidente, analistas monitoram como tradicionais adversários estrangeiros dos EUA possam explorar a crise em Washington.

 

Hoje os representantes devem impugnar o mandato de Trump e enviar o pedido ao Senado – que deve rejeitá-lo. No entanto, cresce um movimento entre os republicanos para afastar Trump do partido olhando já para a eleição presidencial de 2024.

 

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine o Mover Pro.

 

 

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis