Carteiras recomendadas, Paulo Guedes, PIB: As Mais Lidas - TC
TC Mover
Mover

Carteiras recomendadas para setembro, Paulo Guedes no Scoop Day, PIB: As Mais Lidas

Postado por: TC Mover em 05/09/2021 às 5:55
Carteiras recomendadas, Paulo Guedes, PIB

São Paulo, 5 de setembro – As carteiras recomendadas para setembro chamaram a atenção dos investidores na virada do mês. A volatilidade e os temores com riscos fiscais alimentaram um sentimento de necessidade de ações de “qualidade”. Os holofotes da semana se voltaram ao ministro da Economia Paulo Guedes, que participou da primeira edição do Scoop Day. Ele estimou que o déficit primário brasileiro se reduzirá a zero em 2022.

O Produto Interno Bruto é considerado o termômetro da economia, mas há outros fatores importantes a serem levados em conta. A matéria especial sobre três indicadores para os investidores irem além do PIB está no ranking das mais acessadas. Veja abaixo as notícias mais lidas da semana!

Especial: Carteiras de setembro buscam qualidade em meio à volatilidade

As carteiras recomendadas por corretoras e bancos de investimento para setembro mostram o sentimento de “fuga para a qualidade”, visando período de volatilidade na esteira de temores com riscos fiscais, em especial a expansão de programas sociais e pagamento de precatórios. A Vale liderou o ranking com 12 citações. Confira a matéria especial completa!

Scoop Day: Paulo Guedes vê déficit zero em 2022 e acredita em solução para precatórios

A política de contenção de gastos e a diminuição de gastos não recorrentes relacionados ao combate da pandemia do coronavírus devem levar o déficit primário do governo brasileiro a zerar no ano que vem. A informação foi dada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em entrevista exclusiva no Scoop Day nesta sexta-feira, 3. Veja a entrevista exclusiva na íntegra!

Especial: Por que PIB não é o único termômetro de economia importante?

O Produto Interno Bruto, o famoso PIB, ficou perto da estabilidade no segundo trimestre, após crescimento de 1,2% no trimestre anterior. O dado, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, é o valor total dos produtos e serviços finais produzidos no país. Por isso, também é chamado de termômetro da economia. Contudo, há outros fatores econômicos que os investidores devem levar em consideração. Conheça três indicadores que devem estar em seu radar!

Taxa de desemprego no Brasil recua e chega a 14,1%; população desocupada soma 14,4 milhões, aponta IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, divulgou na última terça-feira, 31, os dados de ocupação no Brasil referentes ao trimestre móvel de abril a junho de 2021. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD Contínua, a taxa de desemprego no país recuou de 14,7% para 14,1%, ante o trimestre de janeiro a março deste ano. Leia a notícia completa!

Avaliação do governo segue em queda e Lula amplia vantagem, mostra pesquisa Genial/Quaest

Em meio à crise institucional entre os três poderes e com a aproximação do dia 7 de setembro, que pode aumentar os ruídos, a avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro voltou a crescer. Enquanto isso, no cenário eleitoral, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue na liderança das intenções de voto. Em um eventual segundo turno, o petista venceria as eleições com 55% dos votos, caso as eleições ocorressem hoje, ante 30% de Jair Bolsonaro e seu atual governo. A conclusão faz parte da edição de setembro da pesquisa Genial/Quaest, divulgada na última quarta-feira, 1. Veja a notícia na íntegra!

Texto: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais