TC Mover
Mover

Cautela aumenta de olho em FOMC e Copom; crise hídrica, reformas no radar: Espresso

Postado por: TC Mover em 15/06/2021 às 9:55
cautela no Brasil e nos EUA

São Paulo, 15 de junho – O pré-mercado de Nova York iniciou a terça-feira misto, mostrando cautela. Ontem a sessão também não teve direção única. Enquanto o Dow Jones Industrial caiu, o S&P500, pela 29ª vez neste ano, renovou recorde ontem, puxado pelos papéis de tecnologia do Nasdaq. O índice das “Big Techs” também renovou máxima histórica, que perseguia desde a semana passada, quando os rendimentos dos títulos de dez anos do Tesouro americano marcaram mínima de três meses.


Bolsas asiáticas fecharam mistas por cautela à espera do FOMC

As bolsas asiáticas tenham fechado mistas, com cautela antes da decisão de juros de amanhã do banco central americano, o Federal Reserve. No entanto, o mercado europeu avança pela oitava sessão consecutiva. Sustentam o otimismo a reabertura econômica e a informação de que as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca têm eficácia de 96% e 92%, respectivamente, para evitar hospitalizações pela variante Delta, indiana, da covid-19.

O FOMC, comitê decisório de juros do Fed, que começa hoje sua reunião, vai analisar uma bateria relevante de dados de maio: vendas do varejo, a produção industrial e o PPI, inflação ao produtor.


Mercado brasileiro mais cauteloso na véspera da decisão do Copom

No Brasil, a véspera da decisão do Copom, comitê decisório de juros do Banco Central, aumenta a cautela. Afinal, cresceram no mercado as apostas de elevação da taxa básica de juros em 1 ponto percentual, em vez de 0,75, depois que o Boletim Focus elevou de novo as projeções para inflação em 2021.

Ante a pressão da crise hídrica, o jornal O Globo diz que a Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, vai aumentar em mais de 20% a bandeira tarifária vermelha, com impacto sobre indústria e serviços. Sem indicadores locais relevantes, na véspera de vencimento duplo de opções e futuro de Ibovespa, a agenda de reformas está no radar, com perspectiva de avanço da Medida Provisória que permite a privatização da estatal, MP da Eletrobras, e das reformas.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pautou a votação da MP da Eletrobras para amanhã. Também nesta quarta-feira, 16, a comissão especial da Reforma Administrativa discute seu plano de trabalho. Segundo o presidente da Câmara, Arthur Lira, os relatores da Reforma Tributária fatiada serão escolhidos nesta semana.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Calendário Econômico: Copom, varejo, IPP

Trade de reabertura favorece educacionais e shoppings

Especial: B3 “atraente” deve vencer narrativa sobre concorrência

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais