TC Mover
Mover

Cautela domina à espera de Federal Reserve, Copom; vencimentos, fiscal no radar: Espresso

Postado por: TC Mover em 16/06/2021 às 10:03
Cautela na Superquarta

São Paulo, 16 de junho – A Superquarta, dia de decisão de juros dos bancos centrais dos EUA e do Brasil, amanhece com mercados operando com cautela. Afinal, há incertezas razoáveis sobre os rumos que as duas autoridades monetárias vão anunciar hoje.


Com cautela, mercado aguarda discurso de Jerome Powell e Dot Plot do Federal Reserve

No caso do Federal Reserve, espera-se manutenção do juro básico perto de zero e da injeção mensal de US$120 bilhões em compras de títulos. Mas, à luz da retomada e da aceleração da inflação, os investidores buscam pistas de quando a enxurrada de estímulos à economia vai começar a secar. Por isso, o que interessa hoje são as palavras escolhidas para o comunicado e a entrevista que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, dará depois da decisão, que sai às 15h00.

Há um elemento extra na decisão de juros de junho que também pode adicionar peso à cautela do mercado. Como só acontece a cada quatro meses, sai também o conjunto de projeções chamado Dot Plots, em que cada dirigente do Federal Reserve, anonimamente, revisa suas expectativas para emprego, inflação, atividade e juros. Esse termômetro pode preparar terreno para a discussão da temida redução das compras de títulos, conhecida como “tapering”.


Mercado estima retirada do ajuste parcial dos juros do comunicado do Copom

No Brasil, a agenda está carregada. Porém, as atenções se concentram na decisão do Copom, comitê decisório de juros do Banco Central. A aceleração da inflação em maio – que subiu a 8,06% em 12 meses, estourando de longe o centro da meta, 3,75%, e seu teto, de 5,25% – e a certeza de que a crise hídrica ainda vai deteriorar os índices de preços obrigam a autoridade a agir mais decisivamente para proteger as expectativas dos brasileiros com a inflação do ano que vem.

Como no Federal Reserve, o comunicado importa. Além de subir a taxa Selic em 0,75 ponto percentual hoje, para 4,25%, e sinalizar aumento igual em agosto, o texto deve eliminar a menção do “ajuste parcial” dos juros como objetivo do Copom. Nesse caso, a taxa Selic vai subir mais depressa para o nível neutro, estimado entre 6,50% e 6,75% ao ano.

A inflação de junho pelo Índice Geral de Preços – 10, IGP-10, de junho desacelerou ante maio. Contudo, veio acima das expectativas do mercado, a 2,32%. O dia também será dominado pelos vencimentos de opções sobre Ibovespa e Ibovespa futuro.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Calendário Econômico: Superquarta, Jerome Powell, vencimento de opções

Bolsas caem à espera do FOMC; no radar, Copom, vencimentos, reformas, Eletrobras: Espresso

Brasil é um dos países que mais lucraram com Bitcoin em 2020

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais