Mover

Confira as 13 ações de dividendos mais indicadas em dezembro

Postado por: TC Mover em 04/12/2020 às 22:28

São Paulo, 4 de dezembro – As ações de empresas prestadoras de serviços públicos, como energia e saneamento, e do setor financeiro seguem liderando as indicações dos analistas para os papéis que prometem o melhor retorno em dividendos em dezembro. A exceção é a mineradora Vale, código VALE3, que também é destaque entre as recomendações das 14 corretoras acompanhadas pelo TC. 

No total, 13 ações receberam mais de três indicações, com destaque para as units, ou recibos de ações, da Taesa, código TAEE11, com nove indicações, e as ações ordinárias da Engie Brasil, código EGIE3, e Telefônica Brasil, VIVT3, ambas com oito. 

Ações - Dividendos - Preferidas
Fontes: corretoras

Boas expectativas para retornos em dividendos mesmo com alta nos preços

As carteiras de dividendos garantiram bons retornos em novembro, com ganhos variando entre 11,0% da XP e 18,93% da Terra Investimentos. Apesar da alta dos preços, as projeções das corretoras continuam apontando para retornos em dividendos bem superiores à renda fixa. 

A Guide Investimentos projeta retorno anualizado de 9,6% para a Taesa e a Ágora, do Bradesco, código BBDC4, 8,4%. Já a Itaú Corretora estima 13,2% de retorno para a Copasa, código CSMG3. No caso da Vale, as projeções de retorno em dividendos vão de 3,9% a 10,5% ao ano. 

Essas estimativas de retorno levam em conta as projeções de lucros das empresas e sua média de distribuição de dividendos em relação ao lucro, o chamado payout. Essa projeção é comparada então ao valor da ação e disso resulta o retorno em dividendos, ou “dividend yield”. 

Como as ações subiram bastante em novembro, o retorno em dividendos tende a cair em termos percentuais. Mesmo assim, como mostram as projeções das carteiras, ainda seguem bastante expressivos. 

Dividendos são isentos de impostos

A vantagem dos dividendos em relação à renda fixa é que eles são isentos de imposto de renda. Apenas os juros sobre capital próprio, que também fazem parte da remuneração oferecida aos acionistas, pagam imposto como a renda fixa, mas representam uma proporção maior dos lucros distribuídos pelas empresas. 

Em geral, as empresas que costumam distribuir mais dividendos estão já estabilizadas, não precisam de grandes investimentos, e que têm um fluxo de caixa mais estável, por isso a grande presença nas carteiras das prestadoras de serviços, como geradoras e distribuidoras de energia. 

Já o setor financeiro acaba sendo destaque por sua rentabilidade alta mesmo em momentos de dificuldade da economia e sua tradição de distribuição de lucros para os acionistas. A Vale, por sua vez, tem buscado se destacar como boa pagadora de dividendos, tentando também com isso reduzir os danos causados pelas tragédias de Mariana e Brumadinho, que colocaram em dúvida as políticas de sustentabilidade da companhia.

Confira as ações de dividendos recomendadas por cada corretora 

Fontes: Corretoras

Texto: Angelo Pavini
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais