TC Mover
Mover

Dados da China animam bolsas globais; no radar, petróleo, debate, Reforma Tributária

Postado por: TC Mover em 28/09/2020 às 8:29
Os futuros dos índices americanos subiam com força neste início de semana, seguindo o fôlego nas bolsas europeias após dados animadores para o setor industrial chinês sinalizarem que a recuperação no gigante asiático continuou intensa pelo quarto mês consecutivo.

Os futuros dos índices americanos subiam com força neste início de semana, seguindo o fôlego nas bolsas europeias após dados animadores para o setor industrial chinês sinalizarem que a recuperação no gigante asiático continuou intensa pelo quarto mês consecutivo.

O índice Stoxx Europe 600 avançava mais de 2%, com o HSBC na ponta – a companhia chinesa de seguros Ping An Insurance anunciou mais cedo que irá aumentar a fatia no banco britânico, ajudando a levantar o ânimo para todo o setor na Europa.

Na China, o índice CSI300, que reúne as blue chips listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,26%, na esteira do lucro industrial do país, ajudando a animar os futuros do Dow Jones, S&P500 e Nasdaq, que avançavam acima de 1,30% agora de manhã.

O lucro industrial chinês, indicador que mede o resultado das maiores empresas do país, subiu 19,1% na comparação com o mesmo mês do ano passado, abaixo do crescimento de 19,6% de julho, mas o suficiente para animar os mercados globais.

Ainda sobre a China, um juiz federal americano bloqueou a ordem do presidente Donald Trump que decretava a proibição do download do TikTok em território americano a partir deste domingo. As negociações entre a controladora ByteDance, a Oracle e a Walmart e o governo americano continuam, e o aplicativo pode sair do ar em 12 de novembro caso um acordo não seja alcançado.

E falando nos Estados Unidos, o assunto da semana será o primeiro debate presidencial entre o presidente Donald Trump e o rival na corrida à Casa Branca, o democrata Joe Biden, na noite de terça-feira.

Investidores devem olhar com cautela para este que será o primeiro embate ao vivo entre os dois candidatos e deve dar o tom da disputa, ao menos nas primeiras semanas de outubro. Espere um mercado se posicionando com alguma apreensão do que pode sair dessa briga.

Também ficam no radar os esforços de Trump para emplacar o nome de Amy Coney Barret na Suprema Corte americana, decisão que deve ser chancelada na quarta-feira.

Por aqui, o assunto do dia é a apresentação a líderes partidários das propostas finais do governo para a Reforma Tributária. Segundo coluna do G1, em todas as versões disponíveis para a base escolher estará o tributo digital para desonerar a folha de pagamentos e isentar do imposto de renda pessoa física quem ganha até R$36 mil anuais. Já o texto final do programa Renda Cidadã deve ser entregue pelo senador Márcio Bittar até quarta-feira.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis