Mover

De olho em fiscal, mercado digere números da Vale e Bradesco; Itália no radar: Espresso

Postado por: TC Mover em 04/02/2021 às 9:28
Mercado da Vale

São Paulo, 4 de fevereiro – O mercado local segue de olho no início das presidências de Arthur Lira e Rodrigo Pacheco na Câmara e no Senado, respectivamente. O mercado monitora com cautela a questão fiscal, lembrando que o apoio do Centrão ao governo costuma sair caro.

Ao menos no discurso, Lira e Pacheco devem viabilizar a aprovação de pautas importantes para a equipe econômica, como as reformas, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial e a atrasada Proposta de Lei Orçamentária Anual para 2021. O Centrão, conhecido pela defesa do aumento dos gastos públicos, promete responsabilidade. A ver.

No mundo corporativo, destaque para o relatório de produção da Vale no quarto trimestre, para o forte balanço do Bradesco e para as precificações dos IPOs da Mosaico, dona dos sites Buscapé e Zoom, e da Mobly, e-commerce de móveis, dentro das faixas indicativas. Hoje ainda tem a estreia da Intelbras, líder em equipamentos de segurança eletrônica no Brasil, que levantou R$1,3 bilhões na oferta inicial.

A Vale, código VALE3, e o governo de Minas Gerais devem oficializar acordo por Brumadinho em coletiva às 10h00, e o Bradesco faz teleconferência de resultados com a imprensa, às 09h00, e com analistas às 10h30. Atenção para os dados de produção de automóveis pela Anfavea e para o leilão de títulos do Tesouro, no meio da manhã.

 

Mercado opera misto com volatilidade nos ativos de risco

 

Pelo mundo, os mercados operam mistos nesta quinta-feira, apontando para uma volatilidade nos ativos de risco. Sendo assim, questões locais devem impactar pregões tanto aqui quanto lá fora.

Na Europa, o otimismo é puxado pela expectativa com a nomeação do ex-presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, como primeiro-ministro da Itália. O investidor também fica de olho na decisão de juros do Banco da Inglaterra, no meio da manhã.

Nos EUA, os futuros dos principais índices acionários operam perto da estabilidade em tendência de alta, com a incerteza sobre a aprovação do pacote fiscal do governo Joe Biden ainda impactando e a “revolução das sardinhas” com pressão sobre fundos de hedge em ações como GameStop e AMC perdendo força.

Na Ásia, as bolsas caem, com destaque para o Japão, que reportou saldo negativo de 187,5 bilhões de ienes no investimento estrangeiro em ações locais na semana passada.

Seguro-desemprego americano é destaque na agenda

 


A agenda econômica traz os dados semanais do seguro-desemprego nos Estados Unidos, às 10h30, e a variação da produtividade não agrícola do país no mesmo horário. Às 12h00, sai a variação nas encomendas à indústria americana em dezembro.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais