Dólar tem maior avanço desde março com estresse político - TC
TC Mover
Mover

Dólar tem maior avanço desde março e juros encerram nas máximas com estresse político

Postado por: TC Mover em 08/09/2021 às 18:10
Dólar tem maior avanço desde março

Brasília, 8 de setembro – Os contratos de dólar futuro renovaram máximas intradiárias na tarde desta quarta-feira, 8, um dia após as manifestações convocadas pelo presidente Jair Bolsonaro. A crise institucional também fez a curva de juros se apreciar em toda sua extensão, refletindo forte movimento de zeragem de posições de grandes investidores.

Real tem o pior desempenho contra o dólar no dia

Às 16h42, o dólar tinha alta de 2,85%, a R$5,335, operando próximo da máxima intradiária alcançada na sessão, de R$5,347. Até o momento, é o maior avanço intradiário da moeda americana ante o real desde o dia 8 de março, quando registrou valorização de 3,26%.

Os operadores acompanharam, nesta tarde, os pronunciamentos do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, após Bolsonaro intensificar o embate travado com o STF.

Em discurso mais enfático, Fux afirmou que ameaçar as decisões da Corte, por chefe de qualquer Poder, trata-se de “crime de responsabilidade”, a ser analisado pelo Congresso. Também afirmou que “ninguém fechará” a Corte.

Acompanhado as incertezas políticas, o real tinha o pior desempenho contra o dólar no dia em uma cesta de 21 divisas observada pela Mover.

Dúvidas em relação à agenda econômica

No mercado exterior, registrava-se uma maior aversão ao risco, com o avanço da variante Delta em estados americanos. Além das preocupações com a atividade econômica, ressaltadas no Livro Bege, divulgado mais cedo pelo Federal Reserve.

No mercado local, por sua vez, predominavam dúvidas também com a tramitação da agenda econômica. Na véspera, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, cancelou as sessões desta semana após os atos convocados pelo presidente no 7 de Setembro.

Pacheco citou tentativas de invasão do Congresso por manifestantes, que continuam na Esplanada dos Ministérios, próximos à Praça dos Três Poderes.

Curva de juros

Na esteira da tensão política, com o Ibovespa chegando ao menor patamar desde março, a curva de juros adicionou prêmio ao longo de toda sua extensão. Todos os vencimentos encerraram na máxima intradiária.

Na parte longa da curva, os contratos vincendos em janeiro de 2029 registraram a maior apreciação, com ganho de 27 pontos-base. No trecho médio, os contratos vincendos em janeiro de 2027 também tiveram a mesma performance, em termos de pontos-base.

Na parte curta, os contratos vincendos em janeiro de 2024 avançaram até 24 pontos-base.

Texto: Gabriel Ponte
Edição: Angelo Pavini e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Mover


Leia também

Especial: Lira e Pacheco voltarão a negociar avanço de Reforma do IR e do Refis, dizem fontes

Inflação em países desenvolvidos pode afetar emergentes, diz Banco Central

Caminhoneiros fazem protestos em apoio a Bolsonaro e contra o STF

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais