TC Mover
Mover

Economatica lista candidatas a maiores pagadoras de dividendos em 2021

Postado por: TC Mover em 04/01/2021 às 18:38

São Paulo, 4 de janeiro – Apesar das dificuldades em 2020, algumas empresas vão conseguir garantir uma boa remuneração para seus acionistas, com retornos de quase 10% ao ano em dividendos, o chamado dividend yield. 

O estudo feito pela Economatica aponta 24 companhias brasileiras que apresentam maior potencial de retorno em dividendos e juros sobre capital a partir dos lucros de 2020 até setembro e seu histórico de distribuição de ganhos, o chamado payout. Na lista, o destaque são papéis do setor elétrico, com quatro empresas entre as dez com maiores retornos em dividendos projetados.

Enauta pode distribuir cerca de 10% de dividendos em 2021

A ação com melhor dividend yield projetado para 2021 é a ordinária, ON, da Enauta Participações, empresa de petróleo que antes se chamava Queiroz Galvão Petróleo, cujo código de negociação na bolsa é ENAT3

O lucro no ano de 2019 da empresa foi de R$215 milhões e nos nove meses de 2020 a empresa registra R$244 milhões de lucro, valor 13,23% superior. A ação no ano de 2020 remunerou o seu acionista com dividendos e juros sobre capital de 7,14%. 

Segundo a Economatica, considerando que a empresa, no ano de 2020 consolide o lucro superior ao de 2019 e que mantenha a política de distribuição de dividendos em 2021 equivalente à de 2020, o dividend yield projetado para o ano é de 9,64%.

Usando os mesmos critérios, em seguida vem a unit da Taesa, código TAEE11, com projeção de 9,63%. A ação ON da Wiz, código WIZS3, corretora de seguros, projeta 8,37% de retorno, Cyrela Commercial Properties ON, código CCPR3, 6,80%, AES Tietê unit, código TIET11, 6,37%, Transmissão Paulista preferencial, ou PN, código TRPL4, 6,26%, Cyrela Realty ON, código CYRE3, 6,16%, CPFL Energia ON, código CPFE3, 5,53% e Camil ON, código CAML3, 5,27%. 

Porto Seguro ON, código PSSA3, com projeção de 4,37%, completa a lista dos dez maiores dividend yields projetados. No total, o estudo encontrou 24 empresas com retorno em dividendos superior à taxa de juros básicos, Selic, de 2,0% ao ano.

Expectativa de dividendos maiores que em 2020

A Economatica observa que o dividend yield no ano de 2021 deve ficar, em média, maior que o de 2020, mesmo com lucros iguais ou superiores em 2020 com relação ao ano de 2019, devido à elevada desvalorização de alguns ativos no mercado no ano de 2020. No cálculo do retorno, o denominador é o preço da ação e se ele se desvaloriza, o resultado do dividend yield, mesmo mantendo o volume de dividendos, será maior.

O estudo considerou empresas com volume financeiro médio diário no ano passado superior a R$5 milhões, lucro em 2019 e nos nove meses de 2020, sendo que o do ano passado tenha sido de pelo menos 75% do obtido no ano anterior. A Economatica considerou também que a empresa manterá sua política de remuneração ao acionista. O preço da ação para o cálculo do retorno foi o do último dia de 2020. 

Texto: Angelo Pavini
Edição: Bárbara Leite e Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais